« outubro 2002 | Main | dezembro 2002 »

novembro 30, 2002

Os Presentes

Argh, não tive tempo ainda de fotografar e escrever um post decente sobre os presentes que ganhei nesta semana. Vou fazer com calma, porque são presentinhos especiais. Mas o que eu não posso protelar mais são os agradecimentos: à Giorgia-querida, à minha mãe e minha irmã. Muito, MUITO obrigada pelo carinho imenso em forma de presentes que encheram meu coração de alegria e meus olhos, de lágrimas. Muito obrigada! :o)

Escrito a mão pela Marcia às 8:35 PM

Imperfeição


Recebi alguns elogios pelo meu comportamento descrito no post "Correndo" mais abaixo. Porém, gostaria de esclarecer
que na verdade, agir como eu fiz naquele dia não quer dizer nada. Muito pelo contrário. Eu queria mesmo é ter relaxado, deixado a casa como ela estava, não ter me preocupado tanto com todos os detalhes na tentativa de ser perfeita. Ninguém neste mundo é perfeito. Nem eu deveria tentar ser. Mas por razões internas, eu me pressiono a fazer o melhor possível, quando nem é preciso. E isso gera frustração atrás de frustração, porque nunca nada está tão perfeito quanto
"deveria" para mim. Mudar minha atitude quanto a isso está sendo um processo lento, difícil e complicado. Porque envolve auto-estima e auto-confiança. Mas sem dúvida, a mudança esta na minha listinha de "coisas a fazer". Portanto, não queiram agir como eu, porque este não é o caminho. Sejamos todos imperfeitos e felizes assim, porque a vida é muito mais que alguns detalhes irrelevantes.

"Nosso futuro recomeça:
Venha, que o que vem é perfeição"

Escrito a mão pela Marcia às 8:29 PM

Sobrevivemos

A família do Martin resolveu ficar mais um dia e foi embora somente hoje pela manhã. A casa está irreconhecível, não há sombra de comida restante e nós dois dormimos a tarde inteira tentando recuperar um pouco de conforto. Nos divertimos, mas cansamos mais ainda. Seis pessoas numa casa que comporta apenas um casal, é demais.

Escrito a mão pela Marcia às 8:04 PM

novembro 27, 2002

Mais presentes para o coração

E no meio de toda essa confusão, recebi pelo correio três presentes muito especiais de uma pessoa igualmente especial. Mas mais tarde eu conto e mostro fotos, porque isso merece um post a parte. :o)

Escrito a mão pela Marcia às 3:32 PM

Correndo

O dia hoje está sendo particularmente enlouquecido. A família do Martin está a caminho e pela manhã eu estava tranqüila preparando o molho a bolognesa e assando o bolo de laranja depois de ter arrumado a casa mais um pouco. Ao meio-dia Martin chega, morrendo de dor (ele arrancou o dente do ciso hoje de manhã), dizendo que não conseguia trabalhar, nem comer, nem nada, que tava doendo, que tava com fome, que estava perdendo a reunião no trabalho e tudo mais. Acalmei a criatura, dei dois analgésicos ultra-fortes e me dividi em três para poder fazer uma sopa para ele e cuidar do que já estava fazendo. Acabei quebrando minha faca preferida. O molho está pronto, o bolo ficou dourado e divino, a sopa ficou boa também. Martin já está
sem dor, de barriga cheia, aqui do lado ouvindo música. E acabei até arranjando forças para preparar uns breguíssimos sanduíches de atum cortados em triângulos para comer junto com o bolo, acompanhados de chazinho. Agora estamos só esperando eles chegarem. Ufa...

Escrito a mão pela Marcia às 3:31 PM

novembro 26, 2002

Documentação de Volta!!

Hoje de manhã chegaram todos os meus documentos de volta do Consulado Geral do Brasil em Londres! Tudo corretíssimo. Agora temos a Certidão de Casamento Brasileira onde está registrada a mudança do meu nome. E tenho também um novo passaporte, válido até 2007, com meu novo nome nele e uma foto onde pareço uma retardada colorida e descabelada! Ainda preciso guardar o passaporte antigo, que é aonde está meu visto temporário. Por hora, a burocracia se encerrou. No começo ano que vem começo mais um outro processo para provar que meu casamento não é arranjado e conseguir o visto permanente na Inglaterra. Ufa.

Escrito a mão pela Marcia às 8:43 AM

novembro 25, 2002

Preparação

Amanhã vou ter um dia cheio. Tenho uma porção de tarefas para fazer em casa para receber a família do Martin, que chega na quarta-feira e fica até sexta. Preciso limpar e arrumar a casa, além de deixar preparadas algumas refeições porque não quero ficar só na cozinha quando eles estiverem aqui. Acho melhor fazer uma lista. Deixeuver...

• Passar aspirador no carpete e nos sofás
• Lavar os dois banheiros
• Limpar a cozinha
• Limpar o chão da cozinha e do hall
• Tirar o pó da TV
• Trocar a roupa de cama
• Lavar e secar as toalhas de banho
• Guardar as roupas não-passadas
• Preparar o molho a bolognesa
• Assar o bolo de laranja

A (única) vantagem de não se ter nenhum móvel é que não preciso ficar tirando pó de nada. Nosso apartamento é um vasto deserto acarpetado, por enquanto. Nada de estantes, nada de mesa de jantar, nada de aparadores.

Escrito a mão pela Marcia às 7:24 PM

Prejuízo

No sábado fomos ao centro e estávamos cheios de sacolas com pão, frutas, jornal e três presentinhos para a mãe do Martin que faz aniversário em dezembro. Entramos na Boots e compramos dois líquidos enxaguatórios, um da Listerine para o Martin e um da Oral B para mim. Paguei, dei meu cartão para colher pontos e uma foto minha caiu da carteira. A loja estava lotada e na confusão, pegando as sacolas, a foto caída, guardando o cartão de volta e pegando o troco, não nos demos conta de que nem eu nem Martin havia pego a sacola com os líquidos. Só percebemos quando chegamos em casa. Voltei na Boots, mas eles não encontraram a sacola. Ficamos sem nada.

Escrito a mão pela Marcia às 8:41 AM

novembro 24, 2002

Presente para o Coração

Recebi hoje este fansign muito comovente da minha amiga queridona Mary, que mora perto de Santa Claus, lá com os penguins ursos polares. Mary, fiquei MUITO FELIZ e comovida com seu carinho. Saiba que você tem lugar reservado aqui no meu coração, viu? MUITO OBRIGADA, adorei mesmo!!!

Escrito a mão pela Marcia às 5:38 PM

novembro 23, 2002

Pequenos Cuidados

E falando em fogo, se há algo que admiro aqui é o cuidado com a segurança doméstica. Todas as tomadas, sem excessão, são de três pinos, com aterramento e interruptores para mantê-los desligados quando não estão em uso. Nos banheiros, não existem tomadas disponíveis, nem interruptores de luz do lado de dentro, fica tudo do lado de fora. Em casas mais antigas, o interruptor é acionado por cordinhas ligadas no teto. Chuveiros elétricos não existem aqui. O aquecimento é a parte e o chuveiro só distribui a água. Tomadas de potência mais elevada, como as que ligam a geladeira, têm fusíveis,
obrigatoriamente. Tudo para evitar choques.

O governo sempre realiza campanhas incentivando a população a ter seu próprio plano de fuga particular em caso de incêndio doméstico. Uma medida simples, mas que no momento do pânico pode fazer muita diferença. Me lembro que o primeiro item que compramos no dia em que recebemos as chaves do apartamento foi um mini-extintor de incêndio. Há também uma escada dobrável de emergência para descer pela janela, mas ainda não compramos, mesmo porque dá para pular do segundo andar onde estamos sem problemas. A gente espera nunca usar essas coisas ou tomar essas medidas, mas é preciso ter, dá mais tranqüilidade ou como se
diz em inglês, peace of mind.

Escrito a mão pela Marcia às 10:08 PM

« outubro 2002 | Main | dezembro 2002 »