« dezembro 2002 | Main | fevereiro 2003 »

janeiro 31, 2003

A Encomenda

Desculpem-me pela demora, mas nosso carregador de fotos não quer mais funcionar e tive que esperar o Martin voltar do trabalho para instalar o leitor do cartão da câmera. Anyway, eis aqui a encomenda que tanto esperamos chegar: nossa cadeira ergonômica. Um luxo, ultra confortável e linda! Adoramos. :o)

Escrito a mão pela Marcia às 6:56 PM

Hooray!

Ebaaa!! A encomenda tão esperada chegou, chegou, chegooou!!! TÃO LINDA, mas TÃOOO linda! Daqui a pouco eu mostro, a câmera
está sem bateria.

Vivavivavivaviva! \o/ \o/

Escrito a mão pela Marcia às 1:18 PM

Cansada antes do Meio-dia

Levantei da cama logo depois que Mr.M saiu pro trabalho. Entrei no banheiro meio zonza ainda, fiquei sentadinha lá e olhei ao redor. Que zona, que bagunça, que sujeira. Dei a descarga, lavei as mãos. Daí limpei o espelho, a privada, o box, a pia e o chão. Botei as toalhas para lavar. Até ver tudo limpinho não sosseguei. Tomei banho, tomei meu café e o relógio ainda marcava 7h50. Vim para o studio, terminei de fazer um presentinho para minha querida amiga e terminei só por volta das onze. E o tempo todo estou esperando o interfone tocar, mas acho que a tão esperada encomenda vai chegar só amanhã, não sei. Sei que já estou cansada. Ufff...

Escrito a mão pela Marcia às 11:13 AM

janeiro 30, 2003

Fecha essa Porta!


Algum engraçadinho saiu e deixou a porta do Pólo Norte aberta. Daí o que acontece? -4ºC aqui no sul, com sensação térmica de -8ºC! Tsc...

Escrito a mão pela Marcia às 8:09 PM

Para meu Irmão Mineiro

Meu irmão Júlio é mineiro de duas vias: mora em Belô e é engenheiro de minas. Então este texto que achei tão bunitim vai para ele:

"Sapassado, era séssetembro, taveu na cuzinha tomano uma pincumel e cuzinhano um kidicarne com mastumate pra fazê uma macarronada com galinhassada. Quascaí di susto, quando uvi um barui vino di denduforno, pareceno um tidiguerra.

A receita mandopô midipipoca dento da galinha prassá.
O forno isquentô, o mistorô e a galinha ispludiu!
Nossinhora!

Fiquei branco quinein um lidileite. Foi um trem doidim, uai!
Quascaí dendapia! Fiquei sensabê doncovim, proncovô, oncotô. Oiprocevê quelucura!GrazaDeus ninguém simaxucô
!"

Hihihihih :D

Escrito a mão pela Marcia às 10:38 AM

Espaguete à Carbonara

Ontem esta casa estava praticamente sem nada de mantimentos. Abri a geladeira e tinha lá uns ovos e pedacinhos de bacon. Tcharam! Fiz um espaguete à carbonara bem gostoso!! Ainda estou treinando para fazer este molho, que é todo cheio dos truques, mas muito muito simples e rápido. A receita original não leva nenhuma gota de creme de leite. Quer tentar?

100g de bacon ou pancetta em cubinhos
100g de queijo parmesão
3 ovos
350g de macarrão espaguete
2 dentes de alho descascados e inteiros
50g de manteiga
Sal e pimenta

1. Coloque a água para ferver numa panela grande.
2. Bata os ovos, tempere com sal e pimenta. Reserve
3. Rale o parmesão. Reserve.
4. Quando a água estiver fervendo, adicione uma colher (sopa) de sal e o espaguete. Cozinhe por cerca de 10-12 minutos.
5. Em fogo médio e usando uma frigideira funda, frite o bacon e os dentes de alho na manteiga. Quando o bacon estiver dourado
e crocante, retire os dentes de alho e mantenha o fogo baixo.
6. Quando o espaguete estiver cozido, levante os fios da água com um pegador de macarrão coloque-os na frigideira. Misture bem. Não jogue a água fora ainda.
7. Misture o queijo com os ovos.
8. Tire a frigideira do fogo e rapidamente despeje os ovos sobre a massa, misturando e levantando os fios com o pegador de macarrão sem parar, até tudo ficar cremoso.
9. Prove e adicione mais sal se for preciso. Sirva imediatamente-agora-mesmo-sem-demora.
10. Se depois de servido o molho ficar um pouco seco, adicione umas colheradas da água em que o macarrão foi cozido e misture delicadamente.

Onde estão os truques? Quando você usa o pegador de macarrão ao invés de escorrê-lo, um pouco da água em que ele foi cozido vai também para a frigideira. É a quantidade exata para que a água com o amido junto com a manteiga formem um creme que vai envolver sua massa. Tirando a frigideira do fogo, você evita que os ovos cozinhem muito rápido, virando ovos mexidos. Mas é preciso ser rápido ao misturar o macarrão assim que os ovos são adicionados (nas minhas primeiras vezes, acabei fazendo ovos mexidos com macarrão mesmo). Se tiver alguém por perto para ajudar, vale a pena. Por último, mas não menos importante, queijo parmesão não é sinônimo de queijo ralado em pacotinho (que além de tudo é muito salgado). Um bom pedaço de queijo parmesão
ralado na hora é o que vai dar o aroma único para este prato belo pela sua simplicidade. :o)

Por porção: 650 kcal; 32g proteina; 66g carboidratos; 31g gordura; 16g gordura saturada.

Escrito a mão pela Marcia às 10:14 AM

janeiro 29, 2003

Gelando

Hoje a temperatura está em 3ºC e com sensação térmica de -5ºC por causa do vento fortíssimo. Mesmo assim o céu está azul e com sol. Brrr...

Escrito a mão pela Marcia às 4:06 PM

Eu não quero comer este outro também

Ontem cozinhei, entre outros tantos legumes, a tal Jerusalem Artichoke. Muito ruim. Tem gosto de batata estragada,
bleargh. Não quero mais não também.

Escrito a mão pela Marcia às 4:05 PM

janeiro 28, 2003

Eu não quero comer este verde

Experimentamos os mung sprouts. Colocamos eles numa saladinha de alface, tomates picados, sal, azeite e vinagre. E o tal mung sprout é muito, muito, muito amargo. Bleargh. Não quero mais.

Escrito a mão pela Marcia às 2:16 PM

Whooooooooooooooooosh


Finalmente, após um loooooongo inverno sujeitos às instabilidades emocionais da conexão discada, nossa banda larga chegou!
ÊêêêÊêêÊêê, fiiiiiuuuuu!!

Nosso modem da BT Broadband -- que é a mesma companhia telefônica que usamos -- chegou hoje de manhã e instalei tudinho com a ajuda do passo-a-passo que eles forneceram num CD-ROM. Muito fácil e agora já
estou pilotando o foguete ADSL, whooooosh! Ah! Também instalamos um poderoso Firewall, um anti-vírus, trava na direção, alarme, tudo.

Escrito a mão pela Marcia às 11:12 AM

Em Pé

Já melhorei, nem era bem uma gripe. Martin também já está quase 100% bom e acho que hoje vamos à academia. Está esfriando bastante de novo, com previsão de neve, mas não aqui no sul. :o)

Escrito a mão pela Marcia às 8:33 AM

janeiro 27, 2003

Pequenos Detalhes

Aproveitando que passamos o domingo inteiro dentro de casa, colocamos muita coisa em ordem. Martin-marido-beleza instalou as prateleiras na cozinha, que ficaram maravilhosas! Também montou o varão para pendurar nossas "ferramentas", que ficou bem prático. Achamos isso tudo que deu muito mais personalidade ao ambiente, ficou bem mais aconchegante com nossas coisinhas preferidas expostas.

:o)

Escrito a mão pela Marcia às 10:55 AM

janeiro 26, 2003

Contágio

Eu também fiquei gripada, como era de se esperar.

***Atchoo! Póóómmm. Snif. CofCaufcofcofcofCOFCOFcofcocofcofcof... ai...***

Vamos passar o dia todo em casa. A tarde vai passar um filminho água-com-açucar-e-uma-colherzinha-de-mel que eu adoro, O
Pai da Noiva
, com Steve Martin e Martin Short na tela e Martin Mr.M ao meu lado. Adoro filminhos sobre casamentos,
a-d-o-r-o! Quatro Casamentos e um Funeral, Monsoon Wedding, O Casamento do Meu Melhor Amigo, me divirto. Ainda preciso
assistir a My Big Fat Greek Wedding, que dizem ser bem engraçado. :o)

Não quero nada, nada, nada hoje. Só cobertor e chá.

Ah! A Letícia querida tinha me alertado para não dar dois remédios com paracetamol para Mr.M, muita calma nesta hora!! Ele está tomando só um, o Beechams All in One, desde o início. O resto dos remédios está guardado na nossa farmácia particular. Como eu não sabia bem qual remédio ele queria comprei aqueles todos, mas ele não está tomando nenhuma overdose. Mesmo assim, obrigada Lê!

Escrito a mão pela Marcia às 10:37 AM

janeiro 24, 2003

Chutando o Vírus


Acabei de voltar do ASDA (já troquei de roupa, viu?), trouxe um kit para minimizar os sintomas da gripe de Mr.M. Um remédio para garganta, um para a gripe e um para a tosse. Além de MiniEggs porque ele adora e merece um carinho também. :o)

Escrito a mão pela Marcia às 1:24 PM

Nem Aí

Esfriou de novo. Gelo por todo canto. E eu ainda estou de pijama e descabelada. Mas de banho tomado, afinal sou preguiçosa mas sou limpinha. Não quero nada hoje e não tô neeeem aí. Talvez dê apenas uma saidinha para comprar remédios para gripe para Mr.M, que me chama de bárcia agora, porque o nariz tá indubido.

Escrito a mão pela Marcia às 10:56 AM

janeiro 23, 2003

Desafio da Quinzena

Nossa querida cesta de legumes chegou esta manhã. Alguns itens vão ser um completo desafio para nós porque não temos a menor idéia do que fazer com eles. Além das batatas, cenouras e cebolas de sempre, recebemos desta vez o inédito Jerusalém Artichoke (alcachofra de Jerusalém), que são estes tubérculos à direita da foto. Além disso, veio também mung sprouts, que parecem brotos de feijão. Para completar, repolho (que a gente não gosta), beterraba (que eu gosto, mas Mr.M não) e salsão (que Mr.M abomina com todas as forças do seu eu). De quebra, vieram milhares de alhos-poró, brócolis e alface macia, que nós dois gostamos bastante.

No decorrer dos dias, conto o que fizemos com os desconhecidos e também com os abomináveis. :o)

Escrito a mão pela Marcia às 10:02 AM

Ordem na Casa

Inspirada pela amiga Mary, estou tentando responder cada um dos comentários que vocês deixam aqui. Já respondi alguns hoje, mas desde já aviso que não sou muito disciplinada quanto a isso. Adoro ler todos os recadinhos, adoro! E na medida do possível vou respondendo, tá bom? :o)

Escrito a mão pela Marcia às 8:32 AM

janeiro 22, 2003

Os Velhinhos

Quando estudava a sexta ou sétima série, aprendi que alguns países têm uma expectativa de vida maior que outros. E me lembro bem que a Europa era um continente cuja a pirâmide social era invertida, com altos índices de expectativa de vida. E eu pensava que isso nunca ia afetar minha vida.

Pois bem. Eis que estou aqui nesta terra onde até o ano passado a Rainha-Mãe ainda existia, com seus 102 anos. E precisamente nesta cidade, Bournemouth, em que as pessoas todas de idade compram suas casinhas para viver suas fartas aposentadorias perto do mar.

A maioria dos velhinhos são uns amores, bem-humorados e simpáticos. Outros são um terror. E são estes que afetam minha vida. Basta uma pequena passada no supermercado para encontrar com eles. Ou melhor, ser encontrado por eles. Porque eles acham que estão podendo tudo.

Você está ali, prestes a pegar um litro de leite e de repente sente o metal do carrinho de compra batendo no seu quadril. São eles. Empurram porque eles querem pegar a mercadoria primeiro, sem esperar. Empurram para você sair da frente, dão cotoveladas para você sair, simplesmente, sem pedir licença, sem pedir desculpas, sem olhar pra você, na verdade.

Passam com seus carrinhos ou andadores por cima dos seus pés sem se importar, afinal, você consegue andar e podia muito bem sair da frente. Fila no caixa, esquece. Você, que esperou alguns minutos na fila pode ser subtamente interrompido quando chegar a sua vez e uma velhinha despejar todas as mercadorias na sua frente, sem olhar para trás. E então você recolhe o que já tinha colocado na esteira e põe-se no seu devido lugar de insignificância juvenil.

Ônibus é onde eles se divertem. Dão sinal para descer, o ônibus pára no ponto e então eles resolvem comentar com o motorista todos os detalhes do que aconteceu durante os noventa e sete anos da vida deles. Ficam num papo eterno e o motorista é proibido de arrancar com o ônibus, até os velhinhos pisarem com os dois pés na calçada e soltar a mão da porta.

Graças ao bom God, não são todos assim. Sei que eles tem todos os direitos do mundo de ter prioridades infinitas e privilégios merecidos. Mas um pouco de educação, já muitos disseram, não faz mal a ninguém e conserva os dentes. Não custa nada continuar usando please, excuse me, thank you e pardon de vez em quando. Não é porque a lei diz que você tem direito que isso deve mudar. Educação começa no berço. E deveria se prolongar por toda vida.

Gentileza gera Gentileza, já dizia o Profeta.

Escrito a mão pela Marcia às 4:39 PM

A Cadeira


Estamos há um bom tempo procurando uma cadeira ergonômica para usar na mesa do computador. Não está fácil. Por enquanto nós estamos usando umas cadeiras de jardim, sabe aquelas de madeira? Ui. Estamos procurando uma boa cadeira, com ajuste de assento, de braço e de encosto, apoio para os rins (sabia disso??) e para a região lombar. O problema é sempre o mesmo: a gente tem bom gosto, só não tem dinheiro.

No domingo, fomos dar uma olhada numas cadeiras em promoção na Staples. Sentamos em várias e gostamos de uma delas, mas não
compramos. Ontem fomos ver a mesma cadeira, para talvez comprar. Mas mudamos de idéia, não parecia ter boa qualidade e duas delas estavam quebradas.

Há uma cadeira maravilhosa que estamos namorando, de um website que só revende cadeiras ergonômicas. Tem todas as funções que a gente quer e, por isso mesmo, o preço não é lá tão atraente. Eu uso o computador muitas horas por dias para estudar, trabalhar e blogar. Martin também adora ficar no computador navegando. Talvez valha a pena pagar um pouco mais. Ainda não decidimos.

Escrito a mão pela Marcia às 9:50 AM

janeiro 21, 2003

Dizer Não

Por muito tempo eu venho falando para o Martin que é importante aprender a dizer não, às vezes. Explico para ele como é impossível agradar a escoceses e irlandeses ao mesmo tempo e que um não além de necessário é também um direito de todo ser humano.

Pois então. Ontem estávamos nós na academia, que estava entupida de gente. Segunda-feira deve realmente ser o dia oficial do início das dietas e exercícios. Todo mundo teve que, eventualmente, esperar um pouco para usar determinados aparelhos. Foi quando eu vi um fulano colado no aparelho em que Martin estava se exercitando calmamente, respirando e fazendo tudo certinho.

No intervalo das séries do Martin, o fulano apressado pergunta se o Martin não pode sair um pouquinho e deixar ele fazer só uma seriezinha rápida.

Mr.M olhou bem para cara do fulano e disse calmamente: "Não" E continuou fazendo seus exercícios calmamente.

E eu, que assisti a tudo do outro lado da academia, ri e pensei: "Criei um monstro". Hehehehehe

Escrito a mão pela Marcia às 2:57 PM

Estou Aqui!

Pessoas amigas, eu estou bem e já voltei ao blog. Ontem não escrevi nada porque estava meio assim... sem assunto. E hoje de manhã o Bloggler não estava publicando, mas agora está tuuuudo bem também. :o)

Escrito a mão pela Marcia às 1:46 PM

Voz Amiga

Estou superfeliz de ter conversado um tiquinho com a Mary hoje! É sempre tão bom, muito melhor que Prozac! Recomendo em doses maciças. :o)

Escrito a mão pela Marcia às 12:27 PM

Sagrado Sono

Geralmente eu acordo um pouco depois que o Martin sai para o trabalho, lá pelas sete e meia da manhã. Hoje, porém, senti uma
incontrolável vontade de dormir todos os sonos do mundo. E dormi mesmo. Acordei às dez e meia e estou apenas começando meu dia, com café da manhã feito de chá e bolo de cenoura. Bom dia! :o)

Escrito a mão pela Marcia às 10:49 AM

janeiro 19, 2003

Sem Asas mas com Sabedoria

Lembrei das xícaras sem asas da minha tia. Você, caro leitor letrado e graduado, sabe por que as xícaras orientais não têm asas? Vou esclarecer agora mesmo a esta questão de importância universal, prestenção. É para que você aprenda que se a xícara está quente demais para os seus dedos, então ela está quente demais para a sua boca. :o)

Escrito a mão pela Marcia às 10:42 AM

Hoje

Hoje é um novo dia e também o único dia 19 de Janeiro de 2003 de nossas vidas inteiras. É o "primeiro dia do resto de nossas vidas".

Escrito a mão pela Marcia às 10:40 AM

janeiro 17, 2003

Com Deus

Hoje uma tia muito querida, irmã da minha mãe, foi para o céu. Meus pais estão obviamente muito sentidos. Eu e meus irmãos também ficamos tristes pela perda de alguém tão querida. Para sempre vamos guardar os gestos adoráveis dessa tia que nunca poupava esforços para nos agradar com lanchinhos, docinhos, biscoitinhos e muito chá verde que ela sempre servia nas suas xícaras sem asas. Além, é claro, de todo carinho que ela tinha pela gente. Muitas lembranças vão ficar em nós e muitas saudades também. Fique com Deus, tia.

Escrito a mão pela Marcia às 3:38 PM

Ventos uivantes

Aqui venta como nunca vi no Brasil. E hoje está um dia desses, com ventos assobiando e arrancando os pássaros das árvores. Impressionante. Não posso esquecer de carregar um tijolo em cada bolso se for sair hoje. :o)

Escrito a mão pela Marcia às 12:05 PM

janeiro 16, 2003

Lavando o Lodo

Não ando bem esses dias, deu pra perceber, né? Muitos pesadelos, cansaço acumulando, AOL que é uma porcaria, burocracias chatas, trabalho emperrado e notícias ruim na TV. E claro que não podia faltar, TPM. Ou PMS, como é chamada aqui. Ou PQP, como eu prefiro. Enfim, tô um lixo. Daí que hoje, que não tá muito frio, fui dar uma volta na cidade, espairecer e me distrair.

Entrei na Boots para comprar o condicionador da Herbal Essences pro meu cabelo revoltado, rebelde e indisciplinado. E acabei encontrando um hidratante que há muito tempo andava procurando. É o Aveeno, da Johnson & Johnson. Eu tenho uma pele extremamente seca, sensível e alérgica a tudo e a todos. Nos dias em que estou insuportável minha pele enche de rachaduras, coceirinhas, vermelhinhos e tudo mais que possa irritar. E eu havia lido numa revista que esse hidratante é ótimo para o meu caso, porque mistura calêndula, camomila e aveia, para aliviar a irritação e hidratar bastante, sem ser pegajoso. Além disso, a pele absorve ultra rápido, bom porque eu morro de preguiça de passar hidratante no corpo. Antes só existia o Aveeno nos EUA
e agora acabou de chegar aqui, para o alívio da minha pobre arranhada pele. Comprei um tubo e por enquanto estou adorando! Não tem perfume, nem álcool, nem nada que me dê alergia. :o)

Depois, como não poderia deixar de ser, passei na Borders e comprei um monte (três) de revistas básicas.

Por fim, fui até a loja Pier que está com desconto de 70% em alguns itens e comprei um coaster (huumm, como é isso em português? apoio de copo, acho) para a mesa do studio, por £1,90. Tem uma fadinha pintada à mão, bem linda. :o)

Daí voltei pra casa e fiquei mais felizinha da vida! :o)

Hoje a noite tem academia para ir e estou preparando lentilhas para o jantar! Nham!

Escrito a mão pela Marcia às 5:06 PM

Sintomas de uma Maníaca Obsessiva


• Eu lavo todas as garrafas de suco e água antes de abrir
• Eu lavo todas as garrafas de leite antes de abrir
• Eu lavo todas as latas de atum, milho, molho de tomate e afins antes de abrir
• Eu lavo todas as embalagens longa-vida antes de abrir
• Eu lavo todos os potinhos de iogurte antes de abir
• Eu lavo todos os tubos de pasta de dente
• Eu lavo todas as garrafas de shampoo

Escrito a mão pela Marcia às 12:48 PM

Energia Emprestada

Nada melhor para recuperar minha energia do que passar hooooras conversando com minha amiga Luciana. Ficamos um tempão falando de tudo e de nada, rimos bastante e me senti outra depois do papinho com ela. Depois ela foi cuidar do bife a rolê dela e eu fui fazer nosso risoto aqui. As coisas boas da vida são simples assim. :o)

Escrito a mão pela Marcia às 9:57 AM

janeiro 15, 2003

Ontem no Jantar

Fiz espaguete Puttanesca pela primeira vez, com anchovas, azeitonas e alcaparras. Ficou muito bom! :o)

Escrito a mão pela Marcia às 9:52 AM

Knackered

Estou... cansada. Nem bem amanheceu e estou exausta. Além de ter ido na academia ontem, há duas noites seguidas ando tendo pesadelos. E acordo muito cansada. Apesar dos exercícios pesados de ontem, meu corpo não dói. Mas não tenho nadinha de energia hoje. Uffff...

Escrito a mão pela Marcia às 9:42 AM

janeiro 14, 2003

O que passa na TV

Tem um programa que começou a passar no Channel 4, The Saloon, que é uma espécie de reality show dentro de um salão de cabelereiro. Uma equipe de consagrados e premiados cabelereiros fizeram uma triagem e escolheram o gerente-geral, os estilistas, os ajudantes e as esteticistas que vão tocar o salão pra frente. E dentre os estilistas está um brasileiro! Um tal Ricardo, que mora há 12 anos em Londres. A intenção é registrar fofocas e eventuais disputas de ego. Muito útil, como vocês podem notar.

Há também outro programa chamado Wife Swap, onde duas famílias trocam suas respectivas esposas. E como o que dá ibope são os conflitos, os produtores escolhem famílias de estilos de vida completamente diferentes. Muito útil também.

Outro programa é o Without Prejudice, onde os participantes determinam qual dos cinco concorrentes merecem ganhar 50 mil libras, baseando suas decisões na aparência, na formação, na crença e nas atitudes dos mesmos. É o programa mais cheio de preconceito que já vi.

Com toda essa programação enriquecedora, não me espanta nadinha que o brasileiríssimo filme Cidade de Deus está no topo das listas britânicas, batendo até mesmo O Senhor dos Anéis.

Tá bem, a BBC tem bons programas e excelentes documentários. Mas é mais do que a obrigação deles, já que nós pagamos um dinheirão para assistir ao canal. Pensou que era di grátis que nem a Globo? Né não.

Vou ali assistir a EastEnders. :o)

Escrito a mão pela Marcia às 5:38 PM

Um cão na porta


Fui no correio e na volta passei no mercadinho meia-boca que tem aqui perto. E tinha um cachorrinho lá na porta, esperando a dona terminar suas compras. Ele estava amarradinho, então fui lá e fiz um moooonte de afaguinhos na cabeça dele! Ele abanava o rabo e me olhava com cara de pidão. Tão lindinho. Tinha até esquecido como é gostoso fazer carinho na cabeça redondinha de um cachorro. Tão bom! :o)

Escrito a mão pela Marcia às 4:01 PM

Burocracia que Não Acaba

Eu me pergunto se um dia eu resolver virar uma eremita e for viver lá no alto de um monte no Himalaia, se vou ter que resolver toda essa mesma burocracia sem fim. Visto, passaporte, título, justificativa de voto, registro de casamento, imposto de renda, aluguel, declaração de saída. Dá mesmo vontade de fugir pros picos. Esses dois dias fiquei ocupada por conta disso. Por pouco não tive que ir até o Consulado, em Londres.

E tudo porque sempre quis ser bem organizada, fazer a coisa certa desde o princípio. Isso dá trabalho. Muito trabalho. Acredito que até mesmo os eremitas devem vez ou outra ter que voltar à civilização para enviar uns formulários, reconhecer firma, renovar passaporte. Que vida complicada!

Escrito a mão pela Marcia às 3:25 PM

janeiro 13, 2003

Então Você Pensa que Sabe Falar Inglês

Você estuda inglês desde criança. Tem todos os certificados intermináveis da Cultura Inglesa, do Cel-Lep e do Alumni. Sabe
falar usando Present Perfect. Sabe usar Tag Questions, don't you? Sabe até colocar um Phrasal Verb aqui e ali. Acha tudo a piece of cake. Maravilha. Daí você vem para a Inglaterra. De todos os países angloparlantes, você escolhe a terra onde o inglês nasceu.

Chega em Londres morrendo de sede e pergunta para um transeunte onde pode comprar uma garrafa d'água.

Ingleses londrinos obviamente vão indicar a você:


"There's a battlecruiser over there where you can get some Fisherman's Daughter"

Você pensa que ouviu errado, não entendeu bem, mas conforme a indicação, você chega a um pub. Esquece da água e nota que precisa mesmo de algo alcoólico. Mas a atendente quer saber que tipo de bebida você quer.

"Pigs ear? Vera Lynn? A Plonk? Finger and Thumb? Fine and Dandy? A Gold Watch?"

Você pede um de cada, para aprender qual é qual.

A atendente serve todas suas bebidas e, como aqui ninguém confia em ninguém, ela já entrega a conta para você pagar antes mesmo de beber:

"It's a pony, please"

Pony? Mas não se usa mais a Libra aqui? O que houve com o Pound? Diante da sua cara de quem não entendeu lhufas, a polida atentende explica:

"A Score and a Lady Godiva make a Pony, Treacle Tart"

Depois de abrir suas notas de Libras em leque para que ela escolha os respectivos score e Lady Godiva para pagar as bebidas, você resolve beber todas elas de uma só vez.

Caindo pelos cantos você percebe as pessoas olhando para você e comentando: "Poor ol' Elephant Trunk...".

Mais uma vez a atendente se aproxima de você e para o seu completo desespero ela resolve puxar conversa.


"Are you on yer Todd Sloane? Would you like an Oily Rag? God, you look at your Barnet and your Daisy Roots! Yer not a cockener, ain't ya?"

Já de saco cheio de tudo você simplesmente pergunta onde fica o banheiro.

Meio mau-humorada por causa da sua falta de tato, ela responde indicando com a cabeça:

"Over there in that Johnny Horner, under the Apples and Pears"

Daí você definitivamente desiste e sai para pegar um sherbet dab, que o leve tranqüilamente pela frog and toad até chegar a sua cat and mouse, onde assim que você entrar, vai tirar o dog and bone da tomada e deitar no Uncle Ned para nunca mais lembrar do dinheiro que gastou a vida toda fazendo aulas de inglês.


Glossário:
battlecruiser, boozer = pub (bar)
Fisherman's Daughter = copo d'água
Pigs ear = cerveja
Vera Lynn = gin
A Plonk = vinho branco
Finger and Thumb = rum
Fine and Dandy = brandy (aguardente de vinho)
A Gold Watch = uísque
A Pony = 25 libras
A Score = 20 libras
A Lady Godiva, fiver = 5 libras
Treacle Tart = sweetheart (meu docinho)
Elephant Trunk = bêbado
On your Todd Sloane = sozinho
Oily rag, fag = cigarro
Barnet = cabelo
Daisy Roots = botas
Cockney = londrino
Johnny Horner = canto
Apples and Pears = escada
Sherbet Dab = taxi
Frog and Toad = rua
Cat and Mouse = casa
Dog and Bone = telefone
Uncle Ned = cama

Adendo: obviamente que esta é uma linguagem utilizada entre londrinos que se entendem entre si. É possível ouvir alguma dessas expressões na TV, nas ruas ou ler em livros e revistas, mas certamente os londrinos não vão falar com você desta forma assim que perceberem que você não é inglês ou mesmo, que não é londrino. Portanto, continue com suas aulas de inglês, mas tenha em mente que "ser fluente" é algo muito relativo.

Adendo II: esta é uma obra de ficção. Qualquer semelhança com acontecimentos e personagens é mera infeliz coincidência.

:o)

Escrito a mão pela Marcia às 10:20 AM

janeiro 12, 2003

Domingo Congelado

Assim nosso domingo amanheceu: gelo nos telhados, gelo nos carros, gelo na grama e gelo nas ruas. Mas o sol está por aqui, apesar da temperatura de -1ºC, o que já é uma grande alegria. :o)

Escrito a mão pela Marcia às 11:54 AM

janeiro 11, 2003

Trincando os Dentes

Os termômetos estão marcando 0ºC às cinco da tarde. A mínima nesta noite vai ser de -6ºC em nossa cidade. Passamos o dia todo andando nas ruas de Westbourne, uma região aqui perto cheia de pastisserie, rotisserie e outras frescuras similares. Compramos azeitonas pretas, anchovas e alcaparras. Quero fazer um espaguete Puntanesca dia desses. Mr.M comprou também um queijo brie e ingredientes para fazer um prato indiano hoje a noite. Voltamos morrendo de frio, muito frio. Qualquer poça d'água na rua está congelada. Até xixi de cachorro congela, é impressionante! Muito frio, muito frio, muito frio. Mesmo
seguindo os conselhos do Stefan, o marido nórdico da Mary, me cobrindo de roupas em camadas, vestindo luvas, cachecol e chapéu, não estava suportando o vento gelado no rosto. Muito frio. Demais.

Escrito a mão pela Marcia às 5:16 PM

Robot Walkers

Fizemos muita força física ontem na academia. Minhas séries estão literalmente pesadas. Ben, o instrutor, acha que enquanto há espaço para melhorar os músculos, é preciso forçá-los. Se as séries estiverem muito fáceis significa que pouco estou trabalhando as fibras musculares, diz ele. E também me incentivou dizendo que vou me sentir muito mais satisfeita daqui duas semanas, quando vou perceber que consigo erguer todos os pesos sem fazer careta. Sei que ele está bem certo porque foi exatamente isso que aconteceu quando eu entrei na academia pela primeira vez. Então juntei meus caquinhos de força e ergui os pesos todos. Fiz também os exercícios aeróbicos que não gosto, mas Ben colocou-os intercalando os pesos, então não ficou tão
monótono.

Martin fez todo seu teste de condicionamento físico. O único problema é que ele não diz pro instrutor quando está exausto e precisa parar. E então o instrutor acha que o limite dele é mais além e vai forçando, afinal o teste é para isso mesmo, avaliar sua forma física ou sua falta. É preciso deixar claro pro instrutor "não aguento mais, esse é meu limite". Enfim, Martin fez tudinho, chegou à uma exaustão tamanha que no final passou bem mal, tadinho. Ele veio falar comigo e levei ele pra sala de descanso para sentar e relaxar um pouco, o coitado estava tão pálido. Fui comprar um suco de laranja para ele. Fiz o pedido, peguei o copo e tcharam! Descobri que não tinha levado a carteira. Tive que pedir desculpas e dizer que não tinha como pagar. Sou uma besta. O instrutor Bob conversou com Martin, disse para ele ir com mais calma, sempre respeitando o que o corpo diz.

Em cinco minutos Martin já estava novinho em folha, corado e com fome. Voltamos pra casa, jantamos, assistimos a Friends e fomos dormir. Hoje eu mal conseguia mover meus braços. Fiquei de molho na água quente por uma boa meia hora e agora estou melhor. Mas estamos nos movendo como dois robôs enferrujados. E isso tudo não é porque os exercícios são muito pesados e sim porque estamos muito fora de forma. O bom é saber que estamos mudando isso e logo estaremos bem contentes com nossos corpos. :o)

Escrito a mão pela Marcia às 12:20 PM

janeiro 10, 2003

Ufa!

Terminei de limpar a cozinha e o hall. Uff... Não vou passar aspirador no carpete coisa ninhuma. Cansei. E ainda tem academia
hoje a noite. Mr.M tem teste de condicionamento físico hoje, pobre criatura. Vou ali tomar água e descansar. Chega de posts bom-bril por hoje. Ufa.

Escrito a mão pela Marcia às 3:34 PM

Antes e Depois

Falando em cozinha, este é um dos meus lugares preferidos neste apartamento. É onde tenho meus vasinhos de ervas, uma janelona com persianas onduladas e tudo o que eu preciso para cozinhar com prazer. Nem sempre a cozinha foi toda equipada com está hoje. Logo que nos mudamos, não havia absolutamente nada nela, além dos armários. Nem prato tínhamos! Hoje precisamos instalar mais prateleiras porque não há espaço para guardar tanta coisa que temos.

No vão em cima da pia que estamos pensando em montar as prateleiras. Eu queria fazer outro gabinete com portas de vidro, mas como é mais caro e vai demorar muito até termos um, decidimos colocar prateleiras mesmo. Espero que fique bom.

Escrito a mão pela Marcia às 3:02 PM

Geralzona

Acabei de lavar os dois banheiros. Odeio ter que fazer faxina durante o fim de semana, então meu prazo limite para limpar este pardiero termina hoje. Ainda falta passar aspirador no quarto, na sala e no studio. Além de limpar toda a cozinha. Para completar, ontem a cesta de legumes veio com uns parnips enormes, suede, abóbora, batatas, cenouras, tudo do jeitinho que foram colhidos: cheios de barro. O chão da cozinha está um deus-nos-acuda. E eu tenho que reorganizar o interior dos armários da cozinha, porque definitivamente precisamos montar as prateleiras neste final de semana.

Escrito a mão pela Marcia às 12:59 PM

janeiro 8, 2003

O Básico

Fui ao centro da cidade, com meu hat and scarf. Resolvi umas coisas no correio, no banco e aproveitei para comprar uns itens de necessidade básica nesta casa: pão, leite, crisps, chocolate, biscoito de custard e vinho. Estava um frio de doer. E assim
que entrei em casa, tcharam! Começou a nevar lá fora! Está nevando bem forte agora, um espetáculo! Mas não sei se a neve vai acumular porque o sol também está dando o ar de sua graça aqui. :o)

Escrito a mão pela Marcia às 2:12 PM

A Vista da Minha Janela

Aqui no Studio tem uma janela que dá para a frente do condomínio vizinho. Acabei de ver uma mulher com três cachorros
com cara de vira-latas, meus preferidos. Os três ficaram sentadinhos olhando o porta-malas do carro, abanando os rabos. A mulher abriu o porta-malas e um deles pulou lá dentro. O outro precisou de uma ajudinha na bunda para subir. O terceiro deu uma espiada, viu que ainda tinha lugar no canto esquerdo. Pulou e sentou lá. Os três abaixaram a cabeça e encolheram os respectivos rabos para a mulher fechar o porta-malas. Ela fechou a porta e levou todos para passear. *sigh* Também queria ter três cachorros...

Escrito a mão pela Marcia às 11:41 AM

Aulas de Português

O orgulho de um professor vem sempre quando seu aluno mostra uma espontânea vontade de aprender e mostra o quanto é capaz de
exercitar seu aprendizado. Eis aqui uma cópia de um e-mail enviado esta manhã pelo meu adorado e dedicado aluno:

"Bom Dia, tudo bom.
Ma, ta mutio mutio mutio mutio friiiooooooo, hoje. Se voce vai ao Bournemouth, entao use a hat and scarf.
te amo,
Martin."

Não sou uma excelente professora??? :o)
"mutio" é ótimo, né? hihi

Escrito a mão pela Marcia às 9:49 AM

Mas tudo bem

Meu humor está bem melhor hoje. E acho que a grande responsável pela melhora foi a academia. Ontem foi o dia mais frio do ano por aqui e só mesmo com muita disposição que a gente conseguiu ir à academia. Martin começou ontem o processo de iniciação, que duram três dias. O instrutor mostra cada um dos equipamentos disponíveis e faz o aluno testar, aprender a calibrar e a ajustar. E eu fiz minha reprogramação, já que havia parado há mais de dois meses. Peguei um instrutor bem bacana, chamado Ben, e ele aumentou todos os pesos do meu programa anterior e também trocou alguns exercícios. Agora vou usar algumas máquinas hidráulicas bem modernas, bem mais precisas que os pesos. Apesar de eu dizer claramente que odeio os equipamentos
aeróbicos (bicicleta, esteira e step), ele disse no way, que eu preciso continuar exercitando o coração e o pulmão.

Então tá, a amizade é a mesma. Martin ficou empolgadíssimo, não vê a hora de começar os exercícios. Na próxima sexta-feira ele vai fazer os testes aeróbicos e eu vou começar minhas novas séries propriamente ditas. Ter companhia para exercitar é um milhão de vezes melhor. :o)

Escrito a mão pela Marcia às 9:45 AM

Café da Manhã

1 xícara de leite achocolatado, 1 fatia de pão integral torrada com manteiga, 2 comprimidos para gripe. *sigh*

Escrito a mão pela Marcia às 9:30 AM

janeiro 7, 2003

Perigo

Extremo mau-humor por nada.

Escrito a mão pela Marcia às 3:25 PM

Frio Persistente

Agora o frio já é assunto nos telejornais. Há muitos anos a Inglaterra não vive um frio desses. Gelo em todo canto e, apesar
do sol que comparece todos esses dias, nada derrete. Hoje começou a ficar nublado e com isso, a possibilidade de nevar aumenta. Êba! :o)

Escrito a mão pela Marcia às 9:17 AM

janeiro 6, 2003

Fotas!

Meus irmãos me enviaram fotos tiradas nas comemorações de Natal e de Ano Novo, no Brasil. Cada uma mais linda que a outra e é tão legal ficar vendo e revendo milhares de vezes! Meus sobrinhos estão tão grandes! É uma delícia ver a carinha de todos da minha família, todos sorrindo, todos felizes! E eu fico aqui toda feliz também, não fico nostálgica e triste, não! Ver eles sorrindo é tão contagiante que fico muito contente! :o)

Escrito a mão pela Marcia às 9:50 AM

janeiro 5, 2003

Brrrr...

Hoje, assim como ontem, está fazendo um sol maravilhoso com um céu azul intenso. Mas o frio lá fora é tanto que os carros e o jardim amanheceram branquinhos. Não de neve, mas de gelo. Uma camada grossa de gelo. A temperatura lá fora está entre -3º e 2ºC. Aqui dentro de casa está bem agradável, aquecedor ligado, solzinho entrando pelas janelas, café com leite quente, tudo de bom. Mas Mr.M quer complicar a vida e já me convocou para caminhar até a academia, que fica a uns 20 minutos daqui de casa, a pé. *sigh* Não posso nem fazer minha fotossíntese em casa, em paz... Então daqui a pouco estou colocando meu nariz para fora de casa para congelar um pouquinho. Bom domingo para todos vocês! :o)

Escrito a mão pela Marcia às 11:36 AM

janeiro 4, 2003

Dia de Nhoque

Hoje comemoramos um ano morando neste nosso lar doce lar! Para a ocasião, preparei um nhoque bem especial agora para o almoço, porque poucas comidas são tão carinhosas como um nhoque macio e levinho, com um molho bem simples, mas que nos enche de prazer. Minha amiga Luciana tinha feito um nhoque maravilhoso na casa dela em Pitts/USA esses dias e eu fiquei morrendo de vontade aqui. Aproveitei a fome com a vontade de fazer e pronto! Acabamos de ter uma refeição ótima!

Vou dar a receita aqui, mas aviso: nhoque não é muito fácil de acertar da primeira vez. Como eu disse para a Lu, quem faz nhoque recebe automaticamente o certificado de Culinária Avançada. Meus primeiros nhoques foram um desastre. Quando não saíam com gosto de farinha, derretiam tanto que não dava para comer nem de colher. Esta é uma receita que a nossa família tem faz muitos anos, minha mãe, minha irmã, minhas primas e tias fazem o mesmo nhoque e é sempre um sucesso. Chama-se Nhoque de Pingar, já que ao invés de enrolar e cortar, pingamos a massa dentro da água fervente.

Tentei converter algumas medidas, já que a original pede um "copo americano" de farinha e maisena. Quem tiver um copo americano em casa, ótimo, utilize-o cheio até a boca. Eu não tenho (só copo britânico aqui), mas acredito que a medida seja por volta de 150 gramas.

Mas outro fator que altera a consistência do nhoque é, obviamente, a batata. Para quem mora na Inglaterra, as melhores são King Edward, Desireé ou Mary Pipers. No Brasil, as melhores são as batatas mais farinhentas, com pouca água. A grosso modo, as batatas mais secas, que servem para assar, são boas também para fazer nhoque.

Por fim, escolha um dia que a sua cozinha está suja e que você tem tempo e vontade para cozinhar com calma.

Ingredientes:

1 quilo de batatas descascadas
150g de farinha de trigo
150g de maisena
1 colher (de sopa) de margarina
2 ovos inteiros
1/2 colher (de sopa) de sal


Preparo:

1. Corte as batatas em rodelas, coloque-as numa panela grande, cubra-as com água e adicione uma colher (de sopa) de sal. Cozinhe-as até ficarem bem macias. Passe as batatas num espremedor.

2. Junte as batatas espremidas com a farinha, a maisena, a margarina, os ovos, e meia colher (de sopa) de sal. Misture tudo muito bem. Eu misturo com a mão, já que não tenho força para misturar com a colher de pau. Fica uma mistura bem pegajosa, gosmenta e grudenta. Se você tiver crianças, chame-as para fazer essa parte, que é divertida e não sou eu quem vai lavar as roupas e os cabelos deles depois. ;-)

3. Coloque a massa num saco plástico bem grosso (como os de arroz), mas não encha demais senão fica pesado e estoura. Eu usei um saco pástico daqueles com fecho Zip-Zipa-Tudo, que é ótimo porque dá pra fechar e a massa não cai pra fora. Corte a ponta do saco plástico para fazer uma abertura de mais ou menos 2 centímetros. Fica parecendo um saco de confeitar.

4. Sobre uma panela grande com água fervente, aperte o saco plástico e corte a massa que sair pela abertura com as costas de uma faca (para não cortar o plástico!). Assim, você vai formar uma porção de bolinhas, que vão caindo na água fervente. Faça umas 15 ou 20 bolinhas por vez, dependendo do tamanho da panela, já que o nhoque precisa de espaço na panela para cozinhar e dançar para todo lado. Cozinhe as bolinhas por 4-5 minutos, retire-as com uma escumadeira e coloque-as num refratário. Repita essa operação até utilizar toda a massa. Dica boa: quando estiver pingando a massa na água, posicione o bico do saco plástico bem perto da borda da panela. Assim, quando as bolinhas caírem, a água quente que espirra não acerta suas mãos.

5. Coloque o molho de sua preferência sobre os nhoques e sirva com muito carinho. Prontinho.

Escrito a mão pela Marcia às 2:53 PM

NEVOU!

Acordamos de manhã com o sol batendo na nossa janela. Ficamos conversando na cama, planejando que temos que colocar o forro de linho nas nossas cortinas antes da primavera, porque logo vai começar a amanhecer lá pelas quatro horas da manhã. Quando finalmente levantamos, o tempo parecia nublado lá fora. Martin abriu as cortinas, levou um susto e me chamou para ver, escancarando as cortinas. Não pude acreditar! Estava nevando!! Que coisa mais linda, uma neve fininha, levinha, os flocos dançando no ar, tudo branquinho! Aqui no sul da Inglaterra é raríssimo nevar, por isso ficamos tão surpresos! Durou pouco tempo, mas tomei meu café sentada de frente para a janela, só assistindo a esse espetáculo tão delicado da natureza. Acho que nunca vou me acostumar com a neve, nunca vou deixar de ficar tão encantada com os flocos caindo! Este ano já começou surpreendente! :o)

Escrito a mão pela Marcia às 12:21 PM

janeiro 3, 2003

Resumo do dia

Querido diário, hoje não apareci por aqui antes porque tivemos problemas com a conexão da AOL. Além disso, pela manhã terminei a história do meu personagem, num site de meus amigos, escrevi nada menos que 2.500 palavras desenfreadamente.

E também porque hoje passei a tarde toda montando um quebra-cabeças que minha irmã me deu de presente faz um tempão. É a reprodução de um quadro feito por Tom "Aleluia-Salve-God-Save-Tom" Everhart, do Linus com seu cobertor e Snoopy dormindo no colo dele. Montei grande parte (tem 300 peças), achei que fosse demorar 10 minutos, mas estava difíçu, então passei a tarde toda me divertindo! Agora Mr.M está aqui do meu lado terminando de montar. Oh sim, nossa mesa nova tem espaço para digitar e montar quebra cabeças! De 300 peças, claro. Assim que terminarmos vamos enquadrar a belezinha. Não vejo a hora!

No final da tarde fomos ao centro para marcar um corte de cabelo para Mr.M. Tinha horário para aquele instante que estávamos lá, então Mr.M resolveu cortar o cabelinho imediatamente. E eu, para não ficar plantada, fiz o sacrifício de passar meia hora na loja do lado: Borders. Demo foi mais forte que eu e, na minha fraqueza a nível de pessoa humana, comprei um livro da Joanne Harris, Coastliners, que estava pela metade do preço.

Voltamos e assamos uma pizza congelada. Alguém me diz como era a vida antes da invenção das pizzas congeladas??

Escrito a mão pela Marcia às 9:18 PM

janeiro 2, 2003

Novidades no Studio

Nossa mesa novinha chegou!! Estamos muito muito felizes com a nova mesa de canto que compramos para o Studio. Fomos à uma loja de móveis para escritórios bem perto de nossa casa e encontramos lá a mesa que tanto estávamos procurando! Chegou hoje pela manhã, montadinha. Agora, a partir de hoje, este vai ser meu cantinho para blogar, estudar e trabalhar! Uma belezinha de lugar. Ainda não temos uma cadeira ergonômica, mas já estou pra lá de satisfeita de não ter mais que digitar sentada em almofadas no chão duro. Amanhã o escritório de Mr.M nos entrega o gaveteiro e os cacarecos que estão em cima da mesa vão para dentro das gavetas. Eu gostei! :o)

Escrito a mão pela Marcia às 12:15 PM

janeiro 1, 2003

Rosas ao Mar

Fomos à praia para levar às flores para Iemanjá. Mas São Pedro tinha só ido até ali para encher o balde e tomamos um banho de chuva digno de nos ensopar as meias! Fomos até a ponta do pier de Bournemouth, parando várias vezes até a chuva e o vento darem uma trégua. Demos um beijo cada um nas rosas e lançamos nossos agradecimentos no mar. Quando nos viramos para voltar do pier, um arco-íris em 180º coroava o céu! Provavelmente nos abençoando, que coisa linda! :o) :o)

Escrito a mão pela Marcia às 6:23 PM

Ainda Comemorando

Passamos na Borders e compramos mais do que devíamos, entre revistas, revistas e mais revistas. Chegamos em casa quase três da tarde e começamos a fazer nosso Almoço 2003. De entrada tivemos salmão defumado, salada de rúcula, watercress (agrião, acho) e tomates cereja, além do queijo brie. E um vinho tinto francês maravilhoso. Logo começamos a preparar o prato principal: rosbife temperado com manteiga de ervas e sementes de mostarda, com raminhos de alecrim. Já compramos o rosbife prontinho, amarradinho e temperado, porém cru. Assamos ele coberto com papel alumínio e depois descobrimos a belezinha nos minutos finais para dourar, porém deixamos a parte central do rosbife bem mal-passado do jeito que a gente adora! Martin preparou os legumes: cenoura e parsnips no vapor e depois na manteiga e batatas assadas. E ele fez também um gravy com o suco do assado e vinho tinto. E eu? Eu fiquei na sala lendo minhas revistas e balançando meus pézinhos. Ficou tudo divino, comemos a tudo suspirando, huuuummm. Ainda falta a sobremesa, que vai ser creme bruleé, já comprado prontinho, claro. Mas vai ficar depois que a gente digerir o meio boi que comemos.

Escrito a mão pela Marcia às 6:22 PM

Nossa Singela Comemoração


Ontem foi um dia maravilhoso, um encerramento de um ano que jamais esqueceremos. Se fizemos alguma coisa especial? Nada, menina! Foi um dia normalíssimo, tranqüilo demais até. Decidimos fazer a coisa certa no último dia do ano: devolvemos o sofá provisório que a loja BoConcept havia esquecido conosco, sem ter feito qualquer registro disso. Mesmo sendo um sofá caro e sabendo que a loja jamais iria lembrar de retirar, decidimos devolver. Afinal, nosso sofá definitivo já chegou há meses e não precisamos de seis lugares para sentar. Nos sentimos enormemente aliviados e satisfeitos com essa decisão. A loja ficou meio estarrecida e agradecida ao mesmo tempo. Nossa sala ficou mais espaçosa e feliz.

Limpei a casa, Martin fez umas instalações no Studio, depois fomos no supermercado Waitrose para comprar um queijo brie e salmão defumado para o almoço de hoje. Ah sim, compramos também algumas rosas cor-de-rosa para Iemanjá, que serão entregues hoje, assim que São Pedro terminar de lavar o puxadinho dele. Voltamos para casa, liguei para minha família e assistimos De Volta para o Futuro, com direito à pãezinhos de queijo. Jantamos lá pelas nove da noite, nada especial, uns snacks baratos de lagosta, salada e batatas rösti. Assistimos à reprise do show de comemoração do Jubileu de Ouro da Rainha, que foi emocionante. Foi ótimo rever as perfomances do Queen, Joe Cocker, Ozzy, Paul McCartney, Phil Collins, Eric Clapton,
entre tantos outros que no final se juntaram para cantar All You Need is Love, em coro com mais de um milhão de pessoas presentes no jardim da Sua Majestade. Depois ficamos acordados e celebramos a passagem do ano só nós dois, olhando os fogos pelas janelas do nosso lar querido, abraçados, desejando um ao outro muito mais felicidades. Relembramos juntos todos os nossos melhores momentos do ano passado e fomos dormir felizes e sorridentes, com muito amor no coração.

E enquanto eu escrevia isso tudo, vejam só! São Pedro acabou de terminar a lavagem no céu e um solão apareceu com seus raios todos por aqui. Melhor corrermos para a praia, com nossas flores para Iemanjá! Volto já.

:o)

Escrito a mão pela Marcia às 12:56 PM

« dezembro 2002 | Main | fevereiro 2003 »