« março 2003 | Main | maio 2003 »

abril 29, 2003

Em Casa de Novo

Estamos de volta! Nossa mini-férias em Londres foi deliciosa, cheia de bons passeios, ótimas refeições e muita diversão. Martin continua de férias, então vou voltar a escrever aqui com mais calma na quinta-feira. Tiramos pouquíssimas fotos, as melhores lembranças ficarão mesmo nas nossas memórias. :o)

Agradecimentos:

Gente, muito obrigada pelas mensagens carinhosas que vocês nos enviaram! Mr.M ficou empolgadíssimo e pediu para que eu traduzisse cada um deles. Adoramos toda essa manifestação cheia de boas e positivas energias vindas de cada palavrinha que vocês escreveram! Muito, muito obrigada! Estamos um tantão mais felizes!

Escrito a mão pela Marcia às 6:47 PM | Comente este capítulo (10)

abril 25, 2003

April 27, 2003

One Year of Love...

"Just one year of love
Is better than a lifetime alone,
One sentimental moment in your arms
Is like a shooting star right through my heart..."

- Just One Year of Love, Queen

Oneyear.JPG

HAPPY ANNIVERSARY, MY LITTLE PRINCE!

Escrito a mão pela Marcia às 12:32 PM | mais em M&M Family | Comente este capítulo (24)

Holidays!

Desde ontem estamos de férias. Na verdade, uma mini-férias, até a próxima quarta-feira. A razão dessas férias no meio da primavera é que estamos comemorando uma data muito especial: no domingo, dia 27 de Abril, completamos exatamente um ano de casados!

Passou rápido, não? Há um ano que fizemos uma promessa, um acordo entre nós de nos respeitarmos, de nos apoiarmos um ao outro, de alimentar um amor tão importante nas nossas vidas.

E essa data merece mesmo umas férias especiais, para a gente ficar juntinho e lembrar que há muito ainda a fazer pela nossa relação.

Até recebemos cartões e presentinhos da família do Martin! Umas gracinhas!

Ontem fomos até a cidade de Southampton, que é um lugar que a gente adora, civilizada, bonita, com um shopping center de assustar até paulistas! :p

Hoje vamos relaxar por aqui e amanhã... tcharam! Iremos cedinho pegar o trem direto para a capitar! Isso mesmo, passaremos três dias em Londres, ficaremos hospedados num Holiday Inn da vida e celebraremos os dias chuvosos previstos na cidade mais rica e linda da Inglaterra.

Não sei se vai dar tempo de visitar a dona Lilibete, naquela casa dela cheia de guardas de chapelão, vamos ver.

Ainda não temos um roteiro definido, a idéia é nos perdermos por lá e ir descobrindo as coisas que a gente ainda não viu, que são muitas.

Voltaremos na segunda-feira à noite, portanto, voltarei aqui no blog só na terça-feira. Até a volta!

Escrito a mão pela Marcia às 12:14 PM | mais em On the Road Again | Comente este capítulo (2)

abril 23, 2003

Abóboras em Alta

Quando eu falo algo sério aqui ninguém comenta... Ok, voltemos às minhas usuais e populares abobrinhas, então. :o)

Escrito a mão pela Marcia às 5:56 PM | Comente este capítulo (6)

Pela Culatra

Assistimos a um programa muito bom, feito pela Channel 4, chamado The Blair's Gamble, discutindo as razões que fizeram Tony Blair apoiar George Bush. Muito bem produzido, com participação de diversos membros do parlamento, jornalistas editoriais, biógrafos e estudiosos.

Confesso que anteriormente eu tinha uma certa admiração pelo Primeiro Ministro, principalmente pela política de modernização pós-Tatcher. Tony Blair, em parceria com a secretária do estado da Irlanda do Norte, Mo Mowlam, reuniou esforços e lutou para concretizar o processo de paz e para pôr um fim na guerra entre irlandeses católicos e ingleses protestantes. O resultado foi o desarmamento da guerrilha IRA e um acordo de paz foi estabelecido. Nunca mais se ouviu falar de atentados extremistas em Londres ou Belfast.

Com esse currículo mudando o rumo da história do Reino Unido, o mundo inteiro ficou pasmo ao saber do apoio de Blair na invasão ao Iraque.

Mas assistindo ao programa, muitas questões foram esclarecidas. Obviamente que Tony Blair não é nenhum santo, nenhum mártir, nenhum ser inocente nessa história. Mas as razões dele estavam longe de serem as mesmas de George Bush, o que já é grande coisa.

George Bush, p* da vida com o atentado de 11 de Setembro, decidiu e declarou guerra ao terrorismo. Atacou o Afeganistão e redondezas sem dó nem piedade. O próximo da lista? Iraque e Saddam Hussein. Vamu bombeá!, dizia Bush, em nome da "segurança nacional" (não mundial, não, ele nunca disse isso).

Daí que Tony Blair, parou e pensou: "peraí, se esse doido começa bombear tudo quanto é país mussulmano-árabe-islâmico-turco (porque para Bush é "tudo a mesma coisa"), ele vai começar a tomar conta e controlar cada um desses territórios, qualé??"

Acima de tudo, Blair não queria que essa fosse uma ação apenas dos EUA. Ele queria ao mesmo tempo impedir a hegemonia dos americanos ou ao menos dividir essa marmelada. Foi então que ele sugeriu a Aliança. Convenceu (e diga-se, Blair é o Mr.Persuasão) Colin Powell de que mesmo uma mega-potência como os EUA precisa de aliados.

Qual era o jogo de Blair? Se ele conseguisse, iria trazer a discussão sobre o ataque ao Iraque para a ONU, que encontraria uma outra solução que não fosse a guerra, obviamente, e o Reino Unido sairia dessa situação como o elemento pacificador e se beneficiaria com a divisão de poder, afinal, era o aliado número 1 dos EUA. Se falhasse, não poderia voltar atrás no seu comprometimento de aliança com os EUA e teria que partir para a guerra.

Tudo ia bem, Mr.Blair estava satisfeitíssimo de ter conseguido realizar a conferência da ONU, impedindo que os EUA agissem sozinhos. Ótimo, pensou Blair. Chamaram o Blix para fazer uma vistoria no Iraque. Excelente. Blix faz o relatório dizendo que nada foi encontrado. Maravilha! EUA chia e diz que Hussein está mentindo. Ihhhh, lá vem eles. ONU manda Blix de volta e acompanha a destruição de armas. Tá, beleza de novo. Blix faz outro relatório afirmando com 70% de certeza de que o Iraque está desarmado. Jóia! Beleza.

E então, para o desgosto, desespero e ruína de Blair, George Bush faz o seguinte pronunciamento: "Nós vamos atacar o Iraque e tirar o ditador do poder, queira a ONU ou não e ponto final." Me fudi, concluiu Blair.

Daí pra frente foi tudo arruinado. EUA exigia que a Aliança fosse em frente. Jaques Chirac chegou para a Comunidade Européia e negou apoio. Convocou mais países e ganhou o status que tanto Tony Blair queria para si mesmo. Milhares de protestantes em Londres, na maior mobilização popular da história da Grã-Bretanha.

Tudo errado. Tropas britânicas enviadas. Soldados mortos. Civis mortos. Labour Party acusando Blair de "vira-casaca-traidor". Tudo errado. Deu tudo muito errado. Mas em todo jogo há a possibilidade de perder tudo. Não há sorte, nem azar nesta história. Foi simplesmente um jogo muito arriscado, muito caro e muito ilegal, que Tony Blair apostou cegamente.

Escrito a mão pela Marcia às 12:40 PM | Comente este capítulo (4)

abril 22, 2003

Páscoa em Casa

Não viajamos no feriado, mas aproveitamos bem os nossos dias.

Temos móveis novos em casa: dois gabinetes que formam a base da nossa TV, onde agora guardamos nossos equipamentos de vídeo, DVD e Hi-Fi. Além da nossa querida e tão necessária estante de livros! Hooray! Veio tudo desmontado em milhares de pecinhas e Mr.M, o PhD em LEGO, montou tudinho sozinho.

Eu só tive o trabalho de arrumar os livros na estante, tendo o cuidado de não colocar Nick Hornby e Machado de Assis lado a lado. Há bastante espaço ainda na estante, porque eu trouxe só alguns dos meus livros. Aproveitei e decorei os buracos da estante com porta-retratos e outros enfeites brasileiros.

Cozinhei bastante esses dias. Fiz nhoque, fiz brownie, fiz risoto, fiz purê de batata e suede, fiz tempura de couve-flor, fiz sanduíches de frango grelhado. E fomos à academia somente uma vez, hohoho.

Assistimos a uma porção de programas interessantes na TV, vimos DVDs antigos, saímos para caminhar, compramos jornal, revistas, preguiçamos nos jardins da cidade, rimos com os bretões na praia, tomamos muito vinho, abrimos nossos ovos de páscoa (que não tinham bombons dentro!).

Foi um ótimo feriado!

Escrito a mão pela Marcia às 10:02 AM | Comente este capítulo (6)

Mr. Computer passa bem

Durante o feriado de Páscoa, Mr.M aproveitou para fazer uma verdadeira cirurgia reparadora no nosso computador.

Tudo começou com a nossa conexão broadband, que estava mais lenta que a conexão discada, além de cair toda hora, nos deixando frustrados. Depois de muito pesquisar, descobrimos que o problema vinha do modem USB, que a BT forneceu di grátis quando assinamos o plano.

Compramos um modem interno e aproveitamos para trocar também o HD, para começar do zero, limpinho e vazio, só com os programas que a gente realmente usa, sem as gordurinhas desnecessárias. Nessa lipoaspiração, foi-se embora o Windows XP, que nos trouxe mais problemas do que benefícios, além de um monte de programinhas e pequenos arquivos que deixam o PC muito devagar. Voltamos para o Windows Millenium e a velocidade do modem agora é espantosa.

Ontem passamos o dia instalando drivers e softwares no HD novo. Tudo está funcionando bem, a conexão está estável e rápida, o sistema todo está melhor. A cirurgia foi um sucesso! :o)

Escrito a mão pela Marcia às 9:36 AM | Comente este capítulo (4)

abril 20, 2003

Feliz Páscoa!

Feliz Páscoa para vocês! Estamos aproveitando bem cada minuto do nosso feriadão. Nosso computador está passando por uma total reformulação, por isso está meio complicado postar aqui no blog. Mas na terça-feira estarei de volta às minhas escritas! :o)

Escrito a mão pela Marcia às 1:29 PM | Comente este capítulo (8)

abril 16, 2003

Um Toque de Esquilo

Fui dar meu passeio e me encantei com um acontecimento mágico, mágico, mágico!

Eu estava assistindo aos esquilos nos jardins, fiquei tirando fotos de dois deles. Esquilos são danados para tirar fotos. Eles se movimentam muito muito rápido e como eu não sei regular a velocidade da câmera, vai pela sorte mesmo. Tirei uma série de fotos, a maioria saiu desfocada. As boas estou mostrando aqui.

Quando dei uma pausa para ver eles brincando, cavando e comendo as nozes escondidas, um deles me viu. Ficou me olhando, subiu numa árvore perto de mim para me olhar. Desceu pro chão, ficou de pezinho, mostrando a barriga. Depois subiu na grade onde eu estava sentada e fez essa pose maravilhosa para a foto! Consegui tirar a foto bem de pertinho, ficou linda. Foi muito muito rápido e achei que a foto nem tinha ficado boa. Quando fui conferir, que surpresa! Vai para a National Geographic!

Depois o esquilinho-coisinha-fofa-querida ainda deu um pulo no meu colo, viu que eu não tinha trazido castanha nenhuma e foi embora brincar. Ganhei meu dia! Que coisa mais linda!!



Esquilinhos não são mesmo cute-cute?? :o)

Escrito a mão pela Marcia às 3:04 PM | Comente este capítulo (17)

Lá Fora

Hoje eu, meu livro e minha câmera iremos passar o dia fora porque a previsão do tempo é de inacreditáveis 25ºC! Aaaaahhhh, que coisa boa! Vocês não têm idéia da diferença na alma que é ter sol e temperatura amena ao mesmo tempo, depois de cinco longos meses de inverno nublado! :o)

Escrito a mão pela Marcia às 9:29 AM | Comente este capítulo (3)

abril 15, 2003

New Haircut

Cortei meu cabelo já faz mais de uma semana, mandei boa parte da juba embora. Acho que agora finalmente encontrei uma boa cabelereira. Gostei dela, gostei do salão, gostei do corte. Agora minhas madeixas estão em várias camadas, para meus grossos fios parecerem mais leves.

Fotos tiradas por Mr.M, enquando eu fazia pães de batata. Não é necessário ajustar a luminosidade do seu monitor, eu estou branca assim mesmo. E era um dia muito quente, aquele sábado! Uf...

Pela primeira vez na minha vida, usei a tal chapinha. Com o meu cabelo extra-liso, achei que nunca na vida iria precisar usar as chapas quentes. E para a minha surpresa a tal cabelereira usou a chapinha para virar as pontas, umas para dentro, outras para fora, para ficar com aquele ar "acabei de acordar e não ligo para como o meu cabelo está".

Como é quente aquele aparelho, céus! E enquanto ela pressionava meu cabelo com aquele instrumento, tudo o que eu pensava era em como seria útil usar aquela chapinha para fritar fatias de bacon, já pensou? :o)

Escrito a mão pela Marcia às 11:13 AM | Comente este capítulo (9)

Resolvendo a Vida

Esta semana ando bastante atarefada, porém resolvendo coisas muito boas. Uma delas é organizando a papelada e a documentação para o meu visto definitivo. No momento, já está tudo pronto para ser despachado. Sei que tenho todos os requisitos e provas necessárias para conseguir este visto, mas mesmo assim, não dá para ficar totalmente tranqüila até que de fato o meu passaporte seja carimbado. É o último visto e o mais importante. Espero que tudo dê certo. *fingers crossed*

Eu já estou bem melhor da gripe-sinusite-hayfever. Já estou dormindo sem acordar até amanhecer, meu nariz não incomoda mais e não estou mais tomando remédio nenhum. Também estou mais animada, mais bem-humorada. Quero agradecer a todos os recadinhos que vocês me mandaram, me apoiando e levantando meu astral. Obrigada mesmo!

A temperatura aqui está bem mais agradável, hoje está fazendo incríveis 15ºC e o dia está ensolarado. Muito bom porque eu tenho que sair para comprar algumas coisinhas para a casa e também um cartãozinho e um livro (se der, algumas revistas também). Ah, sim! Precisamos comprar um ovo de páscoa também, já que a caixa de Lindor que compramos para a Páscoa já foi devorado, numa emergência.

Aqui na Inglaterra os ovos de Páscoa são, em sua maioria, embalados em caixas, totalmente sem graça. Mr.M ficou encantado de ver no Brasil aquela profusão de ovos pendurados, embrulhados em papel colorido. Ele acha lindo! Vou ver se encontro um embrulhado assim, sei que no Marks&Spencer tem uns bem bonitos.

O feriado de Páscoa aqui começa na sexta-feira Santa e vai até a segunda-feira.

Escrito a mão pela Marcia às 10:31 AM | Comente este capítulo (2)

Murphy não Falha

Bem no dia da inauguração deste querido espaço, meu servidor ficou down boa parte da noite de ontem! Mandei e-mails e disseram que estavam investigando o problema. De qualquer forma, parece que agora está funcionando.

Deve ser alguma espécie de praga rogada pelo Blogger, então vou repetir aqui meus agradecimentos que tinha escrito no último post do antigo blog:

Ao Blogger, ao Blogspot, ao Ev e ao PyraLabs, que fizeram possível a criação do meu antigo blog em idos Julho de 2001, ficam aqui registrados meus mais carinhosos agradecimentos. Usando o Blogger, descobri e aprendi muito mais do que jamais imaginei quando me cadastrei. É fácil reclamar e praguejar quando alguma coisa dá errada, quando a ferramente não publica, quando algo não funciona como deveria. Mas quase ninguém se lembra que o Blogger é um serviço gratuito, que envolve pessoas de extrema boa vontade a troco de nada, ou quase nada. À equipe do Blogger, muito obrigada! :o)

Pronto.

Escrito a mão pela Marcia às 9:24 AM | Comente este capítulo (2)

abril 14, 2003

O Começo de uma Nova Era

Sejam bem-vindos ao meu blog, agora alimentado e vitaminado pelo Movable Type. God only know como foi difícil chegar até aqui e tenho muito a agradecer à Luciana Bordallo Misura, que me deu as direções mais importantes; ao Danilo, que me ensinou como importar os posts; e ao Evandro, pela boa vontade em me ajudar.

Agradeço também ao querido Mr.M, que ficou do meu lado assistindo à migração e dizendo "nooosa, não estou entendendo nada que você está fazendo", me fazendo sentir a criatura mais esperta da face terrestre! :o)

Escrito a mão pela Marcia às 10:00 AM | Comente este capítulo (10)

abril 11, 2003

Noites Difíceis, Dias Idem

Ontem a noite melhorei bastante com os comprimidos para a gripe. Estava dormindo e bem e, sem mais nem menos, depois de algumas horas acordei no meio da noite. Não conseguia mais pegar no sono, apesar de estar exausta. Quando finalmente adormeci, tive pesadelos horríveis, correndo, me escondendo, desmaiando, fugindo de um carcereiro tentando me matar a todo custo, até que, claro, acordei de novo. Até meu coração voltar ao normal demorou uns bons minutos, mas dormi outra vez. Daí sonhei com minha cachorrinha Bianca, senti o focinho dela, senti o pelo, senti ela entrar dentro das minhas cobertas como
costumava fazer e deitar ao meu lado e recostar a cabeça dela no meu ombro. Senti tudo tão real, senti tudo tão vivo.

Acordei, já era de manhã, e chorei todas as lágrimas do estoque da semana... Onde ela estará? Será que pensa em mim, será que me vê de onde ela está? Ou será que a vida simplesmente se encerra como a luz que apaga quando desligamos o interruptor...?

Time can bring you down
Time can bend your knees
Time can break your heart
Have you begging please, begging please...

:o(

Estou muito triste hoje, sorry.

:o(

Escrito a mão pela Marcia às 8:59 AM | Comente este capítulo (1)

abril 10, 2003

De Molho de Novo

Eu não sei mais quando isso vai passar. Meu nariz está assado de tanto assoar, de tantos banhos de soro, de tantos spray descongestionante. E hoje estou com uma dor no corpo todo, dor de cabeça, garganta raspando, tudo de chato.

Já tomei dois comprimidos para gripe, nada passa, nada passará...

Alguém bem que podia fazer uma sopa de galinha para minha alma, ó céus, ó vida, ó azar... :o(

Escrito a mão pela Marcia às 5:28 PM

Budget 2003

Hoje sai o esperado "anúncio de primavera" das taxas e impostos para este ano. O discurso é feito pelo Chanceler aos membros do parlamento, público e imprensa. Todos os valores que serão aplicados nas taxas de petróleo, imposto de renda e ganhos de capital serão divulgados nesse discurso e cabe ao Parlamento (House of Commons) fazer a revisão e o acompanhamento da aplicação dessas taxas no Plano Anual de Finanças. Este ano teremos um esperado aumento nos impostos, conseqüência óbvia da decisão de Tony O Orelhudo de brincar de Senhor da Guerra no Iraque.

Escrito a mão pela Marcia às 12:02 PM

abril 9, 2003

Jeitinho Inglês

O programa Who Wants to Be a Millionaire, que deu origem ao Show do Milhão do Seu Sílvio, teve seu dia de podridão aqui na Inglaterra. O mesmo formato do programa é produzido em diversos países e até hoje, apenas 50 pessoas no mundo conseguiram a façanha de ganhar o prêmio de um milhão.

Em Setembro de 2001, no entanto, o major das Forças Armadas Britânica, Charles Ingram, foi um dos competidores que alcançou o
prêmio maior aqui na Inglaterra. Porém, a equipe do programa desconfiou de maracutaia. O engraçadinho do major combinou com seu amigo e sua esposa o seguinte esquema: quando ele ou o apresentador Chris Tarant falasse a resposta certa, dentre as outras de múltipla escolha, eles deveriam "tossir" para dar a dica de que aquela era a resposta certa. A façanha deu certo, o major foi muito aplaudido pela platéia e congratulado pelo apresentador. Mas a equipe do programa desconfiou de armação, chamou a polícia e suspendeu o cheque. Este programa nunca foi ao ar, desde então.

O caso foi para os tribunais, os acusados alegaram ser inocentes, mas foi provado que houve mesmo fraude. A última questão, valendo um milhão, foi a decisiva para o encerramento do caso. A questão era:

O número 1 seguido por 100 zeros é conhecido por que nome?
a) Googol
b) Megatron
c) Gigabit
d) Nanomol

O major, chegou a comentar "hmmm, eu acho que é Nanomol, mas poderia ser Gibabit também... nunca ouvi falar em Googol". E, assim que ele mencionou a palavra Googol, cofffcaufcaufcof, uma tosse clara e forte foi ouvida. E o major escolheu a resposta certa (Googol), sem pestanejar. Elementar, meu caro!

Ontem saiu a sentença da justiça: o casal, que obviamente não ganhou milhão nenhum, foi multado em 30.000 Libras e o amigo que os ajudou, em 10.000 Libras. Eles também haviam sido condenados à 12 meses de prisão, mas o juiz suspendeu a pena.

Que pôca vergonha!

Escrito a mão pela Marcia às 8:20 AM | mais em Little Britain

abril 7, 2003

De Volta ao Básico

Nesta semana, toda a Grã-Bretanha está promovendo o evento Real Nappy Week. Trata-se de um movimento para convencer as pessoas a usarem fraldas de pano, ao invés das descartáveis, que tem gerado uma gigantesca leva de adeptos.

Os fatos que eles apresentam para banir o uso das fraldas descartáveis não dá para serem ignorados:

• Cada bebê usa pelo menos 6.500 unidades de fraldas descartáveis até serem treinados a usar o vaso, uma montanha de fraldas poluindo o planeta
• O termo "descartável" é usado incorretamente, já que todas as fraldas usadas ainda existem no mundo. Elas levam cerca de 300 anos para se decomporem, portanto, a fralda descartável que você usou ainda existe nos lixões
• Sete milhões de árvores são cortadas por ano para produzir as fraldas só para a Grã-Bretanha
• Testes de toxidade dos componentes químicos das fraldas descartáveis (gel e afins) são realizados em animais, dos quais 50%
morrem após serem alimentados ou esfregados com os mesmos
• O custo do uso das fraldas descartáveis gira em torno de £1.970, contra o custo de £350 das fraldas de pano

Ao contrário de 30 anos atrás, hoje as fraldas de pano evoluíram tanto que a praticidade não é mais uma qualidade só das descartáveis. As fraldas de pano vendidas aqui no Reino Unido são produzidas no mesmo formato das fraldas descartáveis e podem ser usadas com uma cobertura à prova d'água, também no mesmo formato, com fechos em Velcro ou botões de pressão (adeus aos perigosos alfinetes!). Para facilitar ainda mais, é possível usar um lenço descartável especial (similar aos Baby Wipes, mas seco) entre a pele do bebê a fralda, para coletar o cocô. Na hora de limpar, basta jogar o lenço sujo na privada e dar a descarga (os lenços são biodegradáveis).

Enfm, o Real Nappy Week tem como objetivo alertar à população que existe uma forma mais saudável e ecologicamente correta de usar fraldas. Esta semana todas as cidades estarão promovendo eventos em clínicas médicas para desmitificar uma porção de idéias sobre as fraldas de pano, esclarecendo por exemplo, que elas não dão mais assaduras do que as descartáveis, são mais absorventes e vazam menos que as descartáveis e que são um tanto fáceis de usar e lavar.

Obviamente que existem aqueles que se opõem fervorosamente, mas grande parte da população aqui já está mais atenta e ao menos
pretendem diminuir o uso das descartáveis, seja nos finais de semana ou à noite. De qualquer forma, todo pequeno esforço vale a pena para criar bundinhas mais verdes. :o)

UPDATE: para quem gostou das modernas e up-to-date fraldas de pano vendidas aqui na Europa e tiver interesse em fazer para usar nos filhotes ou até mesmo para produzir em grande escala e comercializar no Brasil, aqui vai o link de um site que ensina a cortar e costurar os três tipos de fraldas vendidas aqui (shapped, pre-folded e all-in-one): é o http://www.diapersewing.com (em inglês, mas com fotos passo-a-passo). :o)

Escrito a mão pela Marcia às 11:59 AM | Comente este capítulo (1)

Alívio Imediato

Ainda estou com aquele chato e persistente incômodo no nariz. Mas a querida leitora Marcia Aguiar me deu uma dica preciosíssima, que consiste em aspirar uma porção de soro fisiológico com força, até inundar o cérebro. Duas ou três vezes por dia, encho a palma da minha mão com soro fisiológico, fecho uma das narinas e aspiro o líquido. Repito o processo na outra narina e num instante sinto todo minha vida se transformar. Neste final de semana não usei o descongestionante (Vicky Sinex) nenhuma vez, só o soro. E o desconforto está cedendo aos poucos. Ufa...

Thanks, Marcia!

Escrito a mão pela Marcia às 11:26 AM

abril 6, 2003

Fórmula 1 em Interlagos

Hoje é dia de assistir ao Grande Prêmio de Fórmula 1 e também dia em que meu coração fica em pedacinhos. Dia em que assisto pela TV inglesa as imagens do lugar em que morei por tantos anos e de onde guardo tantas boas lembranças. Dia em que consigo ver até a casa dos meus pais, que moram tão pertinho do S do Senna. Dia em que reconheço cada muro, cada prédio, cada árvore ao redor da pista. Dia em que sinto mais saudades de toda minha família, mas principalmente dos meus pais.

E não dá para evitar, não dá para deixar de ver a corrida, de torcer pelo Rubinho, que hoje é pole position. Não dá para deixar de se emocionar vendo toda aquela torcida no sol carregando bandeiras brasileiras. Não é todo dia que posso matar a saudades do meu antigo bairro, então às cinco da tarde daqui estarei um pouco por lá também.

Update: ...o que foi aquilo, meu deus....? ...foi o pior Grande Prêmio já realizado em Interlagos, acredito. :o(
Os comentaristas da ITV estavam completamente atônitos com o encerramento trágico da prova e terminaram a transmissão dizendo
que sentiam muito pelo Rubens não ter terminado o GP no pódium para agradar a tão efusiva torcida, mas que, de qualquer forma, diante de tantos acidentes, não haveria muito a comemorar.

Escrito a mão pela Marcia às 10:47 AM

abril 4, 2003

Xô, ácaros!

Passei nosso super-ultra-mega-guloso aspirador de pó em todos os cantos hoje. Só para ver se melhoro. Ontem a noite tive um sono um tanto intranqüilo, com o nariz tapado e a boca seca até a garganta. E tirei o lírio da paz do nosso quarto. Eu nem tinha me tocado e estava toda feliz porque havia nascido um lírio lindo, branco, imponente e cheio de pólen, claro. A planta ficava bem do lado da minha cabeceira, agora a coitada foi despejada para a sala.

Hoje está um sol forte e posso dizer que pela primeira vez este ano senti calor. Todas as janelas da casa estão abertas para trocar o ar e matar qualquer bichinho anaeróbico. Vamos ver se o ambiente muda. E meu humor também.

Escrito a mão pela Marcia às 4:14 PM

abril 3, 2003

Fora de Combate

Estou com uma dor de cabeça muito forte e com a sensação de que meu nariz está eternamente entupido, apesar de não estar resfriada, nem gripada. Isso tem me deixado cansada, irritada e sem paciência. Tenho dormido muito mal e acordo sem nada de energia. Preciso de repouso. Volto quando melhorar.

Escrito a mão pela Marcia às 2:33 PM

abril 1, 2003

Roast Beef

(Para minha amiga Mary)

Como faz tempo que eu não publico nenhuma receitinha aqui e porque também a Mary me pediu umas dicas, vou escrever aqui o Roast Beef que faço em casa nas ocasiões especiais. Fazer é mais simples do que descrever, na verdade.

A Carne
Obviamente, o ingrediente mais importante deste prato. Escolha uma carne macia, de cozimento fácil, não pode ser dura. No Brasil, o filé mignon é o melhor corte para assar rosbife. Eu, porém, prefiro carnes mais firmes e de sabor mais forte, gosto de fazer juz aos meus caninos protuberantes. Aqui na Inglaterra é fácil, em qualquer supermercado se encontra o corte próprio, com a etiqueta de "Roast Beef", todo amarradinho, bonitinho para ir ao forno. Mas é possível fazer com os seguintes cortes europeus de carnes: Sirloin, Topside ou Rolled Rib. Eu fiz com Silverside, que é mais barato que os anteriores, e ficou muito bom também.

O Tempero
Muita gente gosta da carne só temperada com sal, para não alterar o sabor. Eu gosto assim, muitas vezes. Mas também fica muito bom fazendo uma crosta de tempero em volta da carne. Dá a impressão que vai ficar muito temperado, mas na verdade, o miolo da carne vai continuar inalterado, só as bordas é que vão dar um gostinho especial. Geralmente eu faço assim: numa tigelinha, esfarelo pedaços de pimenta preta moída na hora, junto sal marinho, alho picado e alecrim (ou qualquer outra erva da sua preferência). Reservo. Limpo bem a carne, mas não tiro a camada de gordura! É só não comer depois, mas é crucial assar com a gordura. Dou uma regada na carne com molho inglês (Worcestershire Sauce) e logo em seguida besunto-a com mostarda. Pressiono os temperos secos da tigelinha contra a carne, cubro e levo para a geladeira por algumas horas.

A Assadeira
Numa assadeira larga e funda, eu coloco quatro rodelas grossas de cebolas. Essas cebolas vão ser um berço para a carne, uma barreira de proteção contra o calor da assadeira, evitando assim queimar o fundo da carne (super-dica de Mr. Gary Rhodes). Despejo então mais ou menos duas xícaras de caldo de carne (daqueles de cubinho sem-vergonha mesmo), o suficiente para cobrir o fundo, mas não submergir as cebolas! A umidade vai fazer que a carne fique tenra e não-ressecada. Mas não deite a carne na assadeira ainda. Há um passo antes disso.

A Selagem
Numa frigideira funda ou numa panela grande, aqueça um pouco de óleo. Quando o óleo estiver bem quente, retire a carne da geladeira e frite-a por alguns segundos, de todos os lados. Bastam poucos segundos, até a carne mudar de cor. Pronto, dessa forma, a carne vai manter boa parte do seu suco em seu interior, mantendo-a saborosa e suculenta. Nham!

A Assadura
Deite a carne sobre as cebolas da assadeira, cubra com papel alumínio e leve ao forno à 180ºC por 20 minutos. Retire o papel alumínio e asse até atingir o ponto que você gosta. Uma forma de saber o ponto da carne é furando com uma faca até o centro. Coloque uma colher perto do orifício feito pela faca e pressione a carne, de forma que o suco interno escorra para a colher. Se o suco estiver vermelho, a carne está mal-passada. Se estiver rosa-claro, está ao ponto. Se estiver um marrom-aguado, está bem-passado.

O Descanso
Retire a carne do forno, cubra-a novamente com papel alumínio e deixe descansar por 15 minutos, para que as fibras relaxarem. A carne se mantém quente por bastante tempo, não se preocupe.

É isso. Depois é só fatiar e comer. Com o que restou na assadeira, dá para fazer um gravy, que é um molho muito, mas muito apreciado aqui. Basta adicionar um pouco de maisena dissolvida em água e misturar bem até formar um caldo grosso, para ser servido sobre o rosbife e os legumes que o acompanha.

:o)

Escrito a mão pela Marcia às 4:03 PM | mais em Food Talk

Fool's Day

Hoje já é primeiro de Abril.
Sabe que eu nunca gostei daquelas piadinhas mentirosas típicas deste dia?
Pois é, nunca.

E o tempo deu uma reviravolta, está chovendo, está fazendo frio de novo e a precisão é de muita geada nos próximos dias. E o Blogger também não está funcionando.
Então tá.

Escrito a mão pela Marcia às 1:00 PM

« março 2003 | Main | maio 2003 »