« outubro 2004 | Main | dezembro 2004 »

novembro 29, 2004

Segundos de Pânico

Foi um domingo de susto...

Martin está gripado desde a semana passada, melhorou bem mas estava tossindo bastante. Ontem de manhã estavamos no supermercado quando ele começou a tossir bastante. De repente sinto ele agarrando meu braço bem forte. Olhei pra ele e o rosto dele tinha lágrimas rolando e ele estava apontando pra garganta. Dei um monte de lenços pra ele e dei tapinha nas costas deles porque pensei que ele ia vomitar. Com a voz fraca ele me conta que não está conseguindo respirar.

...

Os segundos que se seguiram foram de puro pânico. Mas felizmente ele conseguiu tossir mais um pouco e a respiração voltou. Depois ele foi pro carro descansar e eu fui comprar água pra ele se acalmar.

Ele está bem agora, nem parece que teve nada. Está tomando xarope para diluir o muco, que provavelmente fez grudar as paredes da garganta dele com toda tosse. Desde ontem a tarde não tossiu mais, então acho que ele está realmente melhorando. Ufa, ainda bem que não passou de um grande susto, graças a deus.

Hoje ele vai pra França dar palestra sobre 3DCad e espero que ele faça uma boa viagem e volte pra casa safe and sound.

Take care, my love.

Escrito a mão pela Marcia às 10:20 AM | Comente este capítulo (4)

novembro 26, 2004

Reencontro, Surpresas e Sustos

Dia desses estava eu fazendo minha rara visita ao Orkut, coisa que não costumo fazer muito porque... welll, não acho lá muita graça. Mas enfim, li os recadinhos, adicionei mais amigos e tal. Fui dar uma fuçadinha nas comunidades, acabei encontrando mais amigos queridos, mandei recadinhos para eles, que logo me responderam de volta, bem legal. Mas se ao mesmo tempo o Orkut te faz reencontrar os queridos também te faz encontrar aqueles que você queria que continuassem bem distantes, hohoho. Esses eu deixei bem quietinhos onde estão, nenhuma vontade de fazer qualquer contato.

Acabei encontrando também a comunidade de ex-alunos da minha faculdade, ESPM, e lá encontrei um tópico sobre a turma que se formou comigo em idos 1995. Foi bom rever uns e outros ver como eles estão hoje, nove anos desde que nos formamos. Mas o que mais me espantou e me deixou completamente estarrecida foi saber de dois professores muito muito conhecidos de nossa turma, que eram relativamente novos, com 35-40 anos naquela época. O primeiro, o professor de sociologia super gente boa, foi internado em uma clínica psiquiátrica com síndrome de pânico. E a outra, ainda mais assustadora, a professora de Língua Portuguesa que nos acompanhou por três anos, passou mal dando aula e morreu de aneurisma cerebral. Blimey!

A vida realmente segue e muda para cada um de nós...

Escrito a mão pela Marcia às 11:28 AM | Comente este capítulo (3)

Virulento

ATENÇÃO: um dos meus amigos teve seu computador contaminado por um daqueles vírus chatos que pegam a lista de endereços do programa de emails e começa a mandar e-mails com vírus em nome de cada um dos endereços que estava na lista dele. Meu nome estava na lista dele também, então se por um acaso você receber um e-mail em meu nome com um arquivo em Excell anexo, não abra. Apenas delete.

Tsc.

Escrito a mão pela Marcia às 11:07 AM | Comente este capítulo (2)

novembro 25, 2004

Comprando sentada

Hooray! Acabei de receber minha encomenda, minha roupinha de festa! Em Janeiro, nós vamos ao casamento de Dave & Helen.

Eu já estava descabeladíssima preocupada com a roupa para usar no evento. Não queria gastar muito, afinal além dos noivos a gente não conhece quase ninguém e a festa vai ser enorme porque a irmã da Helen vai casar com eles também (e o noivo dela também se chama Dave, espero que não confundam os "I Do", hehe). Decidi que vou usar minha saia looooonga preta e meu casaco areia para não morrer de frio em pleno invernão. Mas ainda me faltava o primordial: a blusa. Queria algo com cor, nada de preto ou cinza ou azul marinho. Procurava algo ameixa, vinho ou algo assim.

Enfim, revirei as lojas procurando algo que me agradasse. Como já disse um bilhão de vezes aqui, eu sou uma lilliputiana nessa terra de gigantes e não encontro meu número com facilidade. Ainda mais nesta cidade que não tem nada. As vezes encontrava um modelo bacana, mas só em tamanho grande. E sem contar que isso aqui já virou um formigueiro cheio de pessoas ávidas pelas compras de Natal, não dá nem para escolher com sossego.

Quando compro roupas aqui sempre vou na NEXT, que tem modelos que eu acho bem bacana e sempre encontro meu número. Acessei o website deles para dar uma conferida no que eles tem além do estoque da loja e voilá! Encontrei uma blusa bem bacana, cor ameixa, em duas peças: uma businha interna de alça espaguete e a blusa principal com mangas transparentes e gola toda esplendorosa que se alonga até o fim. Amei na hora.

Comprei online e pude até escolher o horário da entrega. Escolhi para entregarem no dia seguinte antes das 13 horas e até soltei um risinho. Não imaginava que fosse possível. Mas foi e antes do meio-dia, recebi minha blusinha que é até mais lindinha ao vivo, pendurada num cabide, tudo perfeitinho. Ah, sim! E ainda não paguei. Tenho 14 dias para experimentar e ver se tá tudo ok. Se eu quiser, posso mandar de volta, sem pagar nadica de nada, nem postagem, nada. Mas não vai ser preciso não. Adorei, serviu direitinho e estou bem feliz!! Agora preciso esperar eles me enviarem o invoice para pagar no banco, pelo telefone ou pela Internet. Bem seguro para quem não confia em passar dados pela web.

Quando estiver vestida e produzida pro casamento eu publico as fotos. Agora estou cadastrada na NEXT para fazer futuras compras. É um sistema bem confiável, li várias avaliações positivas a respeito dela e realmente funcionou bem comigo. Agora vou poder fazer minhas comprinhas de roupas aqui de casa, tenho o direito de experimentar antes de comprar, encontro meu tamanho e além de tudo isso ainda conto com a infinita e impagável maravilha de conseguir escolher sem ter alguém do meu lado perguntando: "já escolheu? vai levar esse aí? decidiu? vai pagar? pronto? vamos?".

Ahhh, a liberdade de escolha...

:o)

Escrito a mão pela Marcia às 12:27 PM | mais em An ordinary life | Comente este capítulo (5)

novembro 23, 2004

Carta da Juliana

JuliLetter.jpg

Hoje recebi uma grata surpresa que me encheu os olhos de lágrimas de felicidades! Minha querida sobrinha Juliana nos mandou uma cartinha cheia de carinho, muitos coraçõezinhos desenhados e uma letrinha caprichada, toda escrita em inglês, vejam só!

Adoramos, lemos várias e várias vezes e agora ela enfeita nossa geladeira, junto com o desenho do Snoopy que ela nos deu de presente no nosso casamento.

E coincidentemente, hoje é o aniversário dessa minha amiguinha Juliana, essa menina doce e inteligentíssima, divertida e companheira desde sempre! Dona da fox paulistinha mais sortuda do mundo, a Linda, que deve estar louca de felicidade de ter sido adotada por alguém tão especial como ela. Hoje a Juliana faz 11 anos de pura esperteza!

Feliz Aniversário, querida Juliana!! Que você seja sempre sempre muito FELIZ e que tenha sempre muitos motivos para manter sempre no seu rosto esse seu sorriso que faz nossa família inteira se derreter de alegria.

Beijos, querida Juli, já já te envio a resposta, viu?

:o)

Escrito a mão pela Marcia às 9:24 AM | mais em M&M Family | Comente este capítulo (8)

novembro 21, 2004

Enquanto isso na rua de trás

As janelas dos quartos do nosso apartamento dão de frente para o condomínio de casas vizinho. Hoje de manhã levantei e abri a cortina e vi algo diferente na frente de uma das casas. Achei que fosse decoração de Natal brega, mas assim que puxei o véu, pude ver melhor e o ar até me faltou. A casa havia sido completamente vandalizada com tinta branca em palavras nada amigáveis, slut, whore -- que o analfabeto escreveu duas vezes "hore", não sabe nem xingar direito --, prostitute, HIV, etc. Tudo escrito em letronas para ler de longe. A polícia já estava lá falando com a dona da casa, que é novinha e estava revolta, tremendo e fumando feito louca. Tiraram várias fotos e depois a moça limpou o que conseguiu das janelas e da porta. As paredes continuam escritas. Não é a primeira vez que a polícia aparece por lá, o ex dessa mulher vive esmurrando a porta, fazendo escândalos no meio da madrugada, um horror. Baixaria bretã. Eu, hein?


Escrito a mão pela Marcia às 8:58 PM | mais em Little Britain | Comente este capítulo (8)

novembro 20, 2004

Home Alone

Tá fazendo 4ºC lá fora no presente momento. Eu tô aqui no quentinho de casa, com meu cobertor de Stegossaurus e todos os bichos no sofá, assistindo a X Fator na tevê (que coisa mais triste, hoho). Mr.M foi numa stag night (despedida de solteiro) do nosso amigo Dave, óia só que safado??

E para aplacar minha solidão momentânea, resolvi assar uma tortinha de liquidificador. Tá lá ela no forno enquanto meu estômago já espera sem paciência. Mr.M até come a torta quando faço (porque na verdade ele come o que eu preparo, humpf!), mas quando eu pergunto se ele gosta ele responde "it's ok", que em na linguagem dele isso quer dizer "eu como, né? fazer o que? mas não gosto muito não e queria que você não a fizesse nunca mais". Hohohoho. Por isso hoje a fiz e daqui a pouco vou devorá-la inteiramente, desacompanhadamente, felizmente. Nhaaaaaam. E outro dia eu comprei o fermento Royal e agora a torta tá gigantesca, good grief!

Ooops, forno apitando. Vou lá jantar. Beijos.

:o)

Escrito a mão pela Marcia às 7:49 PM | Comente este capítulo (7)

novembro 19, 2004

Acho que não entendi direito

Ontem eu fiz chilli con carne pro jantar. Fiz bastante, sobrou bastante e guardei na geladeira. Hoje Mr.M voltou do trabalho e disse que iria fazer um curry pro jantar. Tá então, a gente congela o que restou do chilli con carne, pensei comigo. Saímos, compramos especiarias e iogurte pro curry. Passamos no pub local, bebemos (eu bebi Pepsi), depois compramos um vinho e andamos de volta pra casa.

Agora eu tô aqui na sala, Mr.M acabou de trazer nosso jantar: chilli con carne requentado.

???

Onde foi que eu perdi o caminho??

:o/

Escrito a mão pela Marcia às 6:15 PM | Comente este capítulo (5)

novembro 18, 2004

Band Aid 20

"Twenty years ago I performed at Live Aid. You saw me and my generation demanding a change. Once again, here we are 20 years later and more people die of hunger in Africa than war and Aids put together. In a world of plenty, it is hard to imagine that there are African children going to bed tonight hungry. Bob Geldof and his friends are here to remind you that none of us can forget. Not ever. Feed the world. I am honoured to introduce Band Aid 20."

Foi assim que Madonna apresentou a estréia mundial do projeto Band Aid 20, hoje a noite. Novos rostos, novos artistas, mesma música e mesmo objetivo: ajudar aos miseráveis na África que morrem de fome em números mais gritantes que as guerras e a AIDS juntas.

Quando a música começou a tocar, foi impossível não comparar com a versão anterior. Lá pelas tantas eu pensei "ihhh vou sentir falta da voz do Bono". E eis que quando a estrofe chegou, ele e seus óculos azuis apareceram para cantar o mesmíssimo trecho "well tonight thank God is them instead of yoooouuuu...", acompanhado de Paul McCartney na guitarra.

Achei bacana esse remake para as gerações que nunca ouviram falar de Bob Geldof. Não sei se para essa geração está sendo tão emocionante de ver seus ídolos como Robbie Williams, Kate Melua, Sugarbabes, Coldplay, Jamelia, Busted, entre outros, quanto foi para nossa geração com Duran Duran, U2 e George Michael. Os velhacos da minha geração já estão criticando bastante a nova versão. Mas não tem jeito, como eu disse antes, música naquele tempo era música. Mas hey, ainda assim é bacana para arrecadar fundos para o Sudão, entre outros países africanos em estado de calamidade humana.

O projeto espera vender 500.000 cópias na primeira semana.

Feed the world.

Escrito a mão pela Marcia às 6:23 PM | mais em Little Britain | Comente este capítulo (5)

novembro 16, 2004

Hey Dude!

191_9169 _web.jpg

No sábado, fez uma manhã de outono fria mas ensolarada em Londres, do jeitinho que eu gosto. Aqui eu estou no Hyde Park, encapotada até a alma e parecendo um dude com esse gorrinho de lã. Yo, man!

:o)

Escrito a mão pela Marcia às 9:44 AM | mais em On the Road Again | Comente este capítulo (11)

novembro 14, 2004

Back in Town

Acabamos de chegar em casa.

Absolutamente exaustos. Deu tudo certinho em Londres, todas as várias coisinhas que tínhamos para resolver foram feitas sem problemas. Andamos tanto, mas tanto que cada mísero músculo dói. Uff...

Escrito a mão pela Marcia às 8:09 PM | Comente este capítulo (2)

novembro 11, 2004

The City

Amanhã cedinho vamos pra Londres. Vai ser uma visita atarefada, preciso ir ao Consulado assinar e retirar uns documentos, depois temos uma porção de outros lugares pra ir e resolver outra porção de coisas.

Vi que no sábado a temperatura máxima vai ser de 7ºC e mínima de 1ºC! O inverno batendo na porta mesmo, já preciso me preparar. Felizmente no final de semana passado estouramos nosso budget e compramos meias quentinhas de caminhada e gorros de lã com forro de fleece, hooray! Pode vir, friozão!

Nossa volta vai ser mais chata, vamos ter que descer do trem, pegar um ônibus no meio do caminho, ir até a próxima cidade, depois pegar o trem de novo para chegar na nossa cidade. Isso porque uma parte da linha do trem vai estar em manutenção, argh. Oh well.

Até a volta.

Escrito a mão pela Marcia às 8:14 PM | mais em On the Road Again | Comente este capítulo (7)

Declaração de Isento e Justificativa Eleitoral

Para quem está fora do Brasil é fácil esquecer certos compromissos obrigatórios, principalmente para quem já está morando em outro país há vários anos e o cotidiano da vida brasileira ficou um pouco mais distante.

Então estou aqui para lembrar aos caros expatriados que não precisaram declarar o Imposto de Renda de 2004 no comecinho do ano, que é preciso fazer a sua Declaracão Anual de Isento, cujo o prazo de entrega termina no dia 30 de Novembro. Para residentes no exterior que desejam manter seus números de CPF regulares, a declararação pode ser feita pela Internet, no site da Receita Federal, preenchendo os dados necessários. Super rápido e simples, leva menos de um minuto. Well, dois minutos porque precisa do número do título de eleitor e você vai ter que levantar da cadeira para ir lá pegar, hihi.

Outro compromisso é a justificativa de ausência nas eleições municipais que aconteceram em Outubro. Caso você, como eu, ainda não tenha transferido a sua inscrição eleitoral para o país que reside, é preciso justificar sua ausência. No caso dos brasileiros no Reino Unido, é preciso imprimir o formulário de justificativa que o site do Consulado oferece e enviar com cópia do passaporte para o Tribunal Regional Eleitoral responsável pela Zona Eleitoral da sua inscrição (o Consulado fornece a lista de endereços). O prazo é de 60 dias após cada turno das eleições.

That's it.

:o)

Escrito a mão pela Marcia às 10:28 AM | Comente este capítulo (5)

novembro 8, 2004

More of the Good Thing

Ontem fizemos compra de supermercado e como sempre acabei esquecendo de trazer alguma coisa que precisava. Compramos tudo menos os ovos. E na minha desesperadora vontade de fazer uma sobremesa querida, saímos a noite para comprar ovos na vendinha aqui perto. Fiz uma leva de profiterolles, levinhos, crocantes, macios e sem recheio. Vazios porém com generosa camada de chocolate. Pequenos mas absolutamente tentadores!

Profiteroles.jpg

É facílicíssimo de fazer, fica pronto rapidinho e, a não ser que você tenha um marido como Mr.M que pergunta a cada 5 minutos se já pode comer, é só esperar o chocolate endurecer para servir com um pouquinho de sorvete de baunilha low-fat.

A receita é do meu querido livro Le Cordon Bleu - Complete Cooking Techniques. Como somos só em dois por aqui e como a gente quer continuar passando pelo batente da porta, fiz só meia receita, dividi todas as quantidades por dois e tivemos deliciosos 24 profiteroles, mais que o suficiente para durar uns três dias de sobremesa. Eis aqui a receita original e inteira, que rende 48 porções:

CHOUX

100g de manteiga
250ml de água
4 colheres de sopa bem rasas de açúcar
1 pitada de sal
150g de farinha de trigo
4 ovos
chocolate em barra para cobrir

Numa panelinha, junte a manteiga, a água, o açúcar e o sal. Leve ao fogo médio até começar a fever. Tire do fogo e junte a farinha de uma só vez. Não se descabele porque parece que tudo vai ficar empelotado. Use uma colher de pau e mexa com vigor até tudo virar uma bola bem lisinha. Junte os ovos um a um e misture bem (bem mesmo, força nos braços) em cada adição até virar uma massa lisa, brilhante e cremosa.

Numa forma coberta com papel manteiga, pingue bolinhas da massa com a ajuda de duas colheres de chá (ou saco de confeitar, se preferir). Deixe espaços entre as bolinhas para elas crescerem em todo seu explendor. Asse-as em forno pré-aquecido a 200ºC por 15-20 minutos, até ficarem bem estufadas e douradinhas. Desligue e não abra a porta do forno em hipótese nenhuma por outros 10 minutos, para evitar que eles murchem e virem panquecas. Retire-as do forno e deixe-as esfriando numa grade.

Derreta um chocolate em barra de boa qualidade em banho maria e mergulhe a ponta de cada profiterolle nessa piscina e coloque-os para secar num papel manteiga. Prontinho.

Perguntas & Respostas

P: Posso usar margarina ao invés da manteiga?
R: Não.

P: Posso usar adoçante ao invés do açúcar?
R: Não.

P: Posso usar farinha de mandioca ao invés do trigo?
R: Não.

P: Posso usar óleo ao invés dos ovos?
R: Não.

P: Posso usar Nescau ao invés do chocolate?
R: Nãoooooooooooo.

Sinceramente, Ana Maria Braga fez um completo desserviço à culinária, incentivanto as pessoas a fazerem o uso 'do que tem em casa' ao invés de seguirem às receitas à risca. Tudo bem trocar ingredientes quando se trata de recheios e outras coisas de gosto pessoal. Mas quando se trata de algo básico, há de se respeitar a receita, que já foi testada por profissionais mais experientes que nós.

Há uma razão importantíssima para cada ingrediente em cada receita que culmina na alquimia de elementos. Trocar um pelo outro parecido só porque 'é quase igual' não é garantia de que juntos vão funcionar para criar a consistência, textura e sabor esperados pela receita. Quando faço algo clássico, uso o que a receita pede, sem mas ou por quês. E o resultado é sempre o que eu espero: de dar água na boca.

:o)

Escrito a mão pela Marcia às 4:39 PM | Comente este capítulo (11)

novembro 5, 2004

Roll on November

flowerday.gif

Finalmente, finalmente a gripe pegou o trem e partiu. Já nem lembrava mais o que era acordar sem febre e sem aquela pressão no rosto. E ufa, outubro terminou também. Hoje vai ter Bonfire Night, a maioria das cidades realiza queima de fogos para lembrar a data. Tudo é motivo de diversão, mas eu acho de mau-gosto relembrar com festa o que foi um dos primórdios dos atos terroristas. Mas enfim. Cada um com seu cada um. Hoje também já é sexta-feira e mais um final de semana nos aguarda. Não sei ainda o que faremos. Este é o segundo mês que estamos "on budget", estamos apertando os cintos e fechando as carteiras. Sem jantar fora, sem compras desnecessárias, sem gastar no final de semana. Fomos bastante disciplinados no mês passado, mas neste mês tenho certeza de que vai ser mais difícil. Pelo menos pela primeira vez em anos, nossas finanças estão organizadas.

Felizmente, ficar em casa nesse friozinho que já começou não tem sido má idéia. Principalmente com o tanto de TV que temos para assistir agora. Graças a minha amiga Mary, agora sou fã do That 70's Show, que série mais adorável, estou amando. E também na leva dos anos dourados, fico com a TV ligada a maior parte do tempo na VH1 ou VH2 que, para o meu completo deleite, passam programas de videoclipes com o maravilhoso nome de "1980's We Salute You" ou "We Love the 80's" oooohh coisa boa, só coisa boa (e velha). Ontem mesmo passou James (Sit Down), The Smiths (There's a Light that Never Goes Out), The Doors (Light my Fire - esse é 70's), Queen (Bohemian Rhapsody), Boy George (Karma Chameleon), David Bowie (Modern Love), The Cure (Close to Me), House Martins (Me and the Farmer).

Martin e eu ficamos sentados na frente da TV fazendo comentários bastante idosos do tipo "Ah, that's how music used to be..." E por mais anciã que isso possa me fazer eu continuo convicta de que "music in my time was much better...". Quando a gente vê um clipe do Queen em Wembley, com Fred Mercury e aquele vozerão, aquela presença poderosíssima no palco, movendo multidões, a gente pára pra pensar e se pergunta: "o que temos hoje?". O que temos hoje que se compare à Fred Mercury? A Jim Morrison? Deve até ter para outra geração, mas não pra nós mal-acostumadíssimos com o melhor. Me pergunto também se para aqueles que gostam de outros gêneros como heavy metal, blues, jazz ou qualquer outro também sentem o mesmo, que o melhor ficou para trás. Ou só eu que estou envelhecendo a passos largos mesmo.

Vou ali que meu chá tá pronto. Cadê minha coberta pra pôr no colo? Ah tá aqui. Roll on, November!


Escrito a mão pela Marcia às 11:57 AM | Comente este capítulo (5)

novembro 1, 2004

THE HORMONE WARNING

muito gripada ainda pra traduzir, minhas apologias...

There are days in the month when all a man has to do is open his mouth and he takes his life in his own hands! This is a handy guide that should be as common as a driver's license in the wallet of every husband, boyfriend, or significant other!

DANGEROUS: What's for dinner?
SAFER: Can I help you with dinner
SAFEST: Where would you like to go for dinner?
ULTRASAFE: Have some chocolate

DANGEROUS: Are you wearing that?
SAFER: Wow, you look good in brown.
SAFEST: WOW! Look at you!
ULTRASAFE: Have some chocolate

DANGEROUS: What are you so worked up about?
SAFER: Could we be overreacting?
SAFEST: Here's my paycheck.
ULTRASAFE: Have some chocolate

DANGEROUS: Should you be eating that?
SAFER: You know, there are a lot of apples left.
SAFEST: Can I get you a glass of wine with that?
ULTRASAFE: Have some chocolate

DANGEROUS: What did you do all day?
SAFER: I hope you didn't over-do it today.
SAFEST: I've always loved you in that robe!
ULTRASAFE: Have some more chocolate.

Escrito a mão pela Marcia às 9:49 PM | mais em An ordinary life | Comente este capítulo (7)

« outubro 2004 | Main | dezembro 2004 »