« novembro 2004 | Main | janeiro 2005 »

dezembro 31, 2004

E assim acaba 2004...


Um ano bastante intenso para nós.
Estivemos em três diferentes continentes.
Celebramos e nos desesperamos por Little M.
Choramos, rimos e nos divertimos.
Comemos, cozinhamos e brindamos.
Abraçamos amigos, fizemos amigos.
E há um ano atrás, mal sabíamos que tudo isso aconteceria.

Então que o Ano Novo que vier venha para nos trazer inesperados fantásticos momentos e outros tantos que a gente possa suportar, contornar, vencer e conquistar.

Martin e eu desejamos a todos vocês que acompanharam nossa saga 2004 um FELIZ ANO NOVO.

Este é o último post do último dia do ano. CHEERS!


Escrito a mão pela Marcia às 5:40 PM | mais em M&M in Sweden | Comente este capítulo (6)

dezembro 28, 2004

Pulka Suppa

Tivemos um dia adorável hoje, muito divertido e bastante legal mesmo. Fomos à uma área aqui em Böden onde o povo vai esquiar e a criançada vai escorregar de pulka, um ski-bunda sofisticado fantástico!

Primeiro demos uma voltinha na área, vimos uns moços esquiando cheios de elegância e pose olímpica e Mr.M tirou suas fotinhos de paisagens. Enquanto isso Stefan trabalhava duro cortando gravetos e acendendo a pilha de lenha em plena neve que caía.

E então olha que legal: espetamos pedaços do salsichão sueco (não pensem besteira, sim? hihihi...) em galhos compridões previamente preparados pelo competente Mr. Polar Bear e cada um assou seu pedaço na fogueira. Estava delicioso!! E a Mary também tinha preparado chocolate quente O'Boy pra gente tomar na xícara. Nhaaaam, tava tãooo bom e tãooo tranqüilo e tãoooo legal!!!

Depois do churrasco fomos direto ao que interessava: deslizar na neve com a pulka!!! Escalamos o mini-Everest (hohoho, exagerada eu, totalmente fora de forma) e yeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeehhhhh escorregamos na pulka até a base. D-E-L-Í-C-I-A.

Descemos mais algumas vezes e como nos sentimos mais confiantes, fomos para a montanha X-treme Everest (hohoho, exagerando outra vez) e eu e Mr.M sentadinhos na mesma pulka fomos fazer yeeeeeeeeehhhhh de novo, mas depois isso virou oh my gooooooooooooooooood com toda a velocidade que o troço pegou e eu ria e a neve voava dentro da minha garganta e eu não enxergava mais nada e a pulka louca desvairada ia que ia e mais neve na minha cara e eu ria mais e engolia mais neve, meu deus!!!

Quando finalmente paramos eu já não sabia se tinha atravessado o país todo e chegado na Finlândia, no Pólo Norte ou em algum outro planeta tamanha quantidade de neve me cobrindo o rosto.

Foi suppa!!! Nos divertimos de montanhão!!!

E então voltamos, jantamos pão de semente de girassol que a Mary assou, arroz e bife a rolê com batatas. E também vinho Merlot! De sobremesa o Stefan preparou um milkshake e comemos bombons também. Assistimos ao noticiário e papeamos um pouco. Muito bom, tudo muito bom!!

Escrito a mão pela Marcia às 10:22 PM | mais em M&M in Sweden | Comente este capítulo (8)

A Verdade

Procêis verem que nem tudo são flores por aqui, vejam como eu, essa pobre criatura indefesa é tratada por aqui:

PrivateUmpa.JPG

Stefan says: Marcinha is a walking bundle of clothes (Marcinha é uma montanha de roupa ambulante)
Mary: HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA
Mr.M says: Private Marcia from Umpa Lumpa Division (Soldado Márcia da Divisão Umpa Lumpa)
Mary rolando no chão: AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH

Eu: Uót???

Abuáaa.

:o)))))

Escrito a mão pela Marcia às 10:01 AM | mais em M&M in Sweden | Comente este capítulo (4)

dezembro 27, 2004

The New Swedish Army

Hohohohoho, estamos metidos, estamos podendo!!

Sabe o que fizemos hoje, querido diário??

Nós demos um passeio incrível dentro de um "tanque de guerra" (hahaha, não era tanque, mas era um carro de neve do exército, todo verde, com aquela esteira nas rodas e nos sentimos dentro de um tanque de guerra, hohoho). E Stefan (que pilotou o tanque) e Maria nos levaram para conhecer as montanhas de Böden, dentro da área de treinamento de sobrevivência militar. UAU.

Foi bastante divertido o percurso todo naquele "tanque", nós todos vestindo os casacos do exército, praticamente prontos pro ataque.

E o melhor foi ter visto as paisagens absolutamente fantásticas do alto da montanha, entre a neve fresquinha e intocada, o sol avermelhado no horizonte, as árvores todas congeladas (tadinhas...). COISA MAIS LINDA.

Clique & Amplie
Tank.JPG

snow.JPG

UmpaLumpa.JPG


:o)

Escrito a mão pela Marcia às 10:01 PM | mais em M&M in Sweden | Comente este capítulo (3)

dezembro 26, 2004

Swedish Way of Life

Well, 17 graus negativos hoje. Acho que essa é a temperatura mais baixa que sentiremos em nossa estadia. Muito ar frio, a roupa congela, aquela coisa refrescante toda.

Tivemos um Natal bem feliz com toda a família do Stefan, além da cã Lona e do gato O'Boy (cool name, huh?). Todos foram absolutamente adoráveis conosco, bastante simpáticos e receptivos, sempre querendo nos agradar em tudo! Uns amorecos mesmo. A sobrinha mais velha do Stefan e da Mary ainda veio nos falar em inglês "Merry Christmas, Welcome to Sweden". Awwwnn, how sweet!!

Comemos um mundarel de comida, tudo muito bom, muito bem feitinho pela família toda. E ah sim! Se há algo que preciso me acostumar é com a tal da fika, que é quando você é intimado a parar tudo e tomar café com mais uma montanha de petiscos doces, biscoitos e bolos. E não se pode dizer "ah não obrigada", pelo visto. TEM que comer e tomar café. Agora estou aprendendo a não comer tanto na refeição para dar espaço pra sobremesa, seguida da fika. E eu vou fikando um balão, aiai.

Outra cousa interessante é que finalmente nosso organismo está entendendo como funciona os horários de luz e escuridão aqui no topo do mundo. No começo ficávamos exaustíssimos lá pelas sete da noite, morrendo de sono e cansaço porque parecia que estávamos horas e horas acordados até altas horas da noite. Ainda é estranho ver o sol se pôr antes das duas da tarde, mas pelo menos nosso corpo já sabe que nem por isso já é hora de ir pra cama.

Que mais... Mary e Stefan têm sido os amorzinhos de sempre, demos várias risadas, ouvimos várias histórias, fofocamos sobre muitos blogs que lemos, trocamos muitas experiências, uma delícia conviver com eles.

A quantidade de neve é realmente imensa e incomensuravelmente linda. Parece que tudo foi coberto de açúcar, mas muito açúcar mesmo. Mas eu às vezes paro pra pensar em quem mora aqui e convive com essa neve o tempo todo. Deve ser bem difícil algumas vezes. Porque demora um tempão para a gente se aprontar para sair: thermals, roupas comuns, calça de pena, casaco de pena, cachecol, luvas, chapeu, bota. E saímos com neve pelo joelho, carro coberto de neve, ruas cheias de gelo escorregadio, ar seco e gelado no rosto. E daí a gente volta cheia de neve na bota, na calça, no casaco. E sacode tudo, tira tudo, pendura tudo, roupas molhadas e frias. E já está escuro e o dia mal começou.

Eu realmente admiro a Mary, o Stefan e na verdade todo o povo sueco daqui de cima porque eles são na verdade grandes guerreiros, vikings ou não. Passam por tudo isso com a cabeça erguida, aceitam e convivem bem com a natureza que os cercam, aprendem e respeitam os limites do clima. E vivem o melhor possível, em condições que para muitos seria extremo demais. Para eles eu aplaudo de pé mesmo.

Está sendo uma experiência fantástica para nós passar esses dias na Suécia, entre nossos anfitriões suecos. Só assim a gente aprende o quão frio é frio, o quão escuro é escuro. E o quão maravilhoso é maravilhoso.

:o)

Escrito a mão pela Marcia às 10:51 PM | mais em M&M in Sweden | Comente este capítulo (8)

dezembro 24, 2004

God Jul

MarciaandMary.jpg

FELIZ NATAL PARA TODOS VOCÊS!!

*Hoje amanheceu nevando, nevando, nevando e caminhei com a neve na altura do meu joelho (porém, esta é uma medida relativa, hohoho).

Escrito a mão pela Marcia às 12:50 PM | mais em M&M in Sweden | Comente este capítulo (9)

dezembro 23, 2004

Wild and Adventurous

Onze graus negativos aqui. E Mr.M e eu fomos dar uma volta no supermercado aqui pertinho. Stefan, que além de ser legal ainda é um anjo e nos providenciou roupas quentinhas usadas pelo exército sueco: uma jaqueta e uma calça, ambas com penas de ganso, praticamente um mini forno. E lá fomos nós andar no gelo e na neve. Muito gelo, muito gelo, muito gelo. O chão escorrega e esfria meus dedos do pé sem dó, parece que estou calçando uma bandeja de gelo em cada pé. Good Lord. Fomos comprar manteiga sem sal pro petit gateau, mas só encontramos normalsaltat, que deve ser salgada, mas deve servir. E voltamos também com várias cervejas porque nessa temperatura só ficando bêbado mesmo, hoho.

Mas brincadeiras a parte, hoje fomos conhecer melhor a cidade, com a ínfima luz do dia. Lindo lugar, lindas paisagens, coisa mais impressionante ver os rios e lagos completamente congelados, estradas cobertas de neve e árvores congeladas (tadinhas). E o céu azul, rosa, laranja, com o pouco de sol que brilhava, muito bacana!

Mary tem feito de tudo pra gente, nunca deixa faltar nada e nos sentimos beeem a vontade aqui com eles. Hoje estou quieta porque minha garganta está inflamadíssima e tenho certeza que ela deve estar preocupadíssima que eu não estou gostando de alguma coisa, a louca. Hohohoho. Tô gostando de tudo, viu Maria queridoca?? Se preocupe não, hohoho.

Amanhã temos o grande jantar de Natal com toda a família do Stefan, inclusive o cachorro e gato (eba!!). Já fizemos as sobremesas.

Nossa câmera está sofrendo muito com a condensação e choque térmico, de forma que ela ainda está mais parada do que em ação. Quando passar toda a correria do Natal a gente vai sair para tirar mais fotos. Böden vale a pena!

Por enquanto, aqui vai uma fotinha de Estocomo, com cara de Ovo de Páscoa e tentando manter o mínimo calor que ainda me restava dentro do casaco:

CabbageHead.jpg
Escrito a mão pela Marcia às 3:47 PM | mais em M&M in Sweden | Comente este capítulo (9)

dezembro 22, 2004

Quando a Vida Escrita a Mão...

... Vai dar um passeio na Montanha Russa.

HandinHand.jpg

Chegamos hoje ao nosso destino final de nossa viagem depois de um vôo muito turbulento em meio a uma ventania com neve e gelo. E agora finalmente posso dizer tranqüilamente aonde chegamos.

Para quem foi atento -- além do querido Cido, que é atento, amigo e canceriano cheio de intuição certeira -- e percebeu as escandalosas trocas de *pisc* *pisc* entre os dois blogs, foi fácil advinhar o nosso destino: Böden, Suécia!

E fomos recebidos efusivamente, com abraços cheios de ternura, de ansiedade, de alívio e de encontro tão desejado, tão querido e tão minuciosamente organizado!!! Maria e Stefan, nossos anfitriões aqui no Círculo Polar Ártico, nos receberam com muito carinho, nos serviram café quentinho, chá e biscoitinhos em formato de coração e nos aqueceram por dentro e por fora! E são a eles que temos que agradecer por momentos tão doces e divertidos que estamos (e estaremos) tendo aqui na Terra do Rei.

A Mary é linda, bonita mesmo, um carisma incrível mais ainda ao vivo, uma delícia de papo e fala em três línguas ao mesmo tempo comigo, com Mr.M e Mr. Urso Polar. E Stefan é alto (pra mim, pelo menos que tenho que olhar lá pra cima), simpatissíssimo, super atencioso e bastante divertido também!

Estamos folgadamente na casa deles -- aliás usando a banda larga deles também, ófi córsi -- e já papeamos um tantão, comemos muito bem e agora estou de pijama, Mr.M já está dormindo pesado, nossa viagem foi cansativa de novo.

Até agora estamos amando a Suécia, passamos dois dias em Estocomo, cidade belíssima e um frio que nos assustou deveras!! Chegamos em Böden, descemos do avião e pumba: tempestade fortíssima de neve e a bagagem de todo mundo ficou presa na aeronave porque ninguém podia ficar lá fora. Esperamos quase uma hora (conversando e tomando cafezinho) até conseguirmos sair do aeroporto de Lulea. Eram pouco mais de duas da tarde e já estava tudo escuro, escuro, escuro. Estranhíssimo.

Ontem fez -14ºC aqui no norte e -6ºC em Estocomo. Hoje fez zero grau e nevou bastante. O frio sueco é absurdo. Dói na pele do rosto, dói nos dentes, dói até a vista. E ainda -- segundo Mary e Stefan -- não vimos nada! Oh Lord... Mas é tudo lindo, paisagem linda, lagos congelados, tudo branquinho, árvores de pinheiros. Amanhã vamos conhecer melhor a cidade.

E putz... temos muito o que fazer juntos! Vamos cozinhar, fazer doce, tomar vinho, falar bobagem, dar risada, congelar os fundilhos, trocar figurinhas, mostrar fotos, rir mais um pouco, comer mais um pouco, nos divertir mais um pouco e viver mais um montão para um dia tudo isso virar as melhores memórias do nosso encontro!

Escrito a mão pela Marcia às 9:59 PM | mais em M&M in Sweden | Comente este capítulo (8)

dezembro 21, 2004

A Letter to Little M

Bottle.jpg

Today is the day that maybe, and just maybe, you would be born.
And we would find out if you were a little guy or a little princess.
We would hold you in our arms, look at your eyes and kiss your forehead.
We would be a family of three, we would be your parents, we would be complete.
But life took a u-turn and you're not here with us anymore.
And there is not a single day that has passed when we didn't miss you.

Today is a special day, a day we want to remember you more than ever and celebrate what would be your birthday.
Today we flew up very near to the sky and I saw one single star and I wondered if that was you. No matter where you are, know that we love you and always will.

Baby, thank you for touching us. Thank you for choosing us to be your parents, thank you for your quick but lovable existence with us in this planet.
Our arms are empty but we carry you in our hearts and we always will.
Our love for you is still all around us in case you decide to come back one day.
We love you. I know you know that. Happy birthday, Little M.

your mummy and daddy,
Marcia & Martin.

Toy.jpg

Hoje é o dia que talvez, e apenas talvez, você nasceria.
E nós finalmente iríamos descobrir se você era um menininho ou uma princesinha.
Nós iríamos carregar você nos braços, olhar em seus olhos pequenininhos e dar um beijo na sua testa.
Nós seríamos uma família de três, seríamos seus pais, seríamos completos.
Mas a vida tomou outro rumo e você não está mais aqui conosco.
E não há um único dia que tem passado sem que não tenhamos sentido a sua falta.

Hoje é um dia especial, o dia em que queremos lembrar de você mais do que qualquer coisa e comemorar o que seria o seu aniversário.
Hoje voamos bem alto no céu e eu vi uma única estrela no céu e me perguntei se era você. Nós amamos você e sempre amaremos.

Baby, obrigada por ter nos tocado. Obrigada por ter nos escolhido a ser seus pais, obrigada pela sua rápida mas adoravél existência conosco neste planeta.
Nossos braços estão vazios mas carregamos você em nossos corações e pra sempre será assim.
Nosso amor por você ainda nos envolve completamente em caso de você decidir voltat um dia.
Nós amamos você. Eu sei que você sabe. Happy birthday, Little M.

your mummy and daddy,
Marcia & Martin.

Gift.jpg


Escrito a mão pela Marcia às 11:06 AM | mais em M&M Family

Segunda viagem: para onde fomos??

Chegamos no país onde passaremos nossas férias e um dos mais fantásticos Natais que poderíamos desejar.

Ainda não contei aqui para onde iríamos e aonde chegamos.
Conto amanhã, com fotos dos nossos anfitriões e todos os detalhes.

Por enquanto só digo que a aeronave teve pane elétrica antes de levantar vôo em Londres e tivemos que trocar de avião, com um atraso total de 6 horas. Chegamos no hotel agora a pouco, à uma e meia da manhã.

question.jpg
Escrito a mão pela Marcia às 12:41 AM | mais em On the Road Again | Comente este capítulo (6)

dezembro 19, 2004

Propina

Mr.M: Let's go for a walk?
Me: Nah...
Mr.M: C'mmon it's sunny outside!
Me: Nah, too cold.
Mr.M: It's good. Let's have some fresh air and excercise.
Me: Nah...
Mr.M: We can walk to Waitrose and you can buy some Nutella.
Me: I'm gonna put my boots on.

Nutella.jpg

Não sei o que é pior: saber que eu sou facilmente comprável ou saber que meu preço é tão barato!

Escrito a mão pela Marcia às 8:11 PM | mais em Food Talk | Comente este capítulo (7)

dezembro 18, 2004

3 ANOS NA INGLATERRA

3Years.jpg

Hoje comemoro 3 anos vivendo feliz na Inglaterra. Três anos domando emoções que sempre são cavalos selvagens. Não tenho muito discurso a fazer, apenas posso dizer que foram os três anos mais intensos e mais felizes da minha vida.

Escrito a mão pela Marcia às 11:41 AM | mais em Little Britain | Comente este capítulo (8)

The Baker's Apprentice - Final

Chegamos ao final da minha saga Baking Bug. Com a outra parte da massa fiz dois pães. Eu já sabia de antemão que reproduzir baguetes em casa é muito difícil porque o forno tem que ser muito mais quente e também tem que ter vapor a toda hora. Mas tentei, né? Era pra isso mesmo que esse experimento foi feito: tentar.

CRW_9622.JPG

O resultado ficou bom. Bom pra fazer farinha de rosca, quis dizer. Muito pesado, denso, fermento demais e gosto azedo. Tsc. Comemos torradas desses pães hoje de manhã, não tava mal, mas já comi pães ingleses melhores que esse (gaaaaaahahahaha).

Enfim, nem tudo acaba em pizza, não é mesmo?

Novas tentativas em 2005. Agora preciso fazer a mala, ai meu deus tô atrasada de novo!

Escrito a mão pela Marcia às 10:46 AM | mais em Food Talk | Comente este capítulo (4)

dezembro 17, 2004

The Baker's Apprentice - Part II

Então hoje foi o tão esperado dia de assar!

A massa fermentou bem durante a noite e hoje de manhã já havia murchado um pouco e mudado de cor para levemente acinzentada e o cheiro também ficou menos azedo e mais doce.

A tarde fiz um molho de tomate para a base com azeite, alho e... bem, tomates. Deixei apurando até o molho se reduzir a uma pasta, e minha cozinha, em um show de tomate respingado. Mas valeu a pena e ficou bom e brilhante.

DPP_0001.JPG

Esperei o Martin chegar para a gente se divertir abrindo os discos de pizza (uma para o jantar e outra para congelar). Para não esmagar as bolhas da fermentação, usamos o método que não utiliza o rolo de massa. E é aí que entra a diversão porque vale fazer de tudo para esticar a massa, menos usar o rolo. Pizzaiolos feras jogam a massa pra cima fazendo uma espiral e com esse movimento a massa se estica igualmente. Martin bem que tentou e até esticou a massa um pouco, mas depois preferiu achatar com as mãos mesmo. Eu fiz um disco com a palma da mão e depois ergui a massa verticalmente e deixei a gravidade puxar o resto. E assim ia virando e fazendo a massa se esticar sozinha. Aconteceram alguns acidentais buracos, claro, mas tuuudo bem. E então meu disco ficou propositalmente disforme e feio, mas satisfatório para o que eu queria: uma pizza rústica.

DPP_0002.JPG

Fizemos a cobertura com molho de tomate, queijo muzzarela (de vaca, não aquela coisa redonda boiando em água que vende aqui), orégano e bacon torradinho. E pro forno! Nossa BakingStone já estava a postos, forno na máxima temperatura. Só tivemos dificuldade de colocar a pizza na pedra quente, já que a gente não tem daquelas pás enormes de deslizar o disco no forno. Mas conseguimos.

Em poucos minutos a borda começou a crescer e o cheiro maravilhoso da massa assando nos encheu de fome!

CRW_9612.JPG

Adoramos a pizza, o sabor ficou excelente, exata quantidade de sal, cheiro de fermento. But... not there yet. Ainda não fiquei 100% satisfeita, a borda não ficou cheia de ar e bolhas como deveria. Ficou mais para pão. Não foi de todo mal, ficou crocante, levinha e um maleável, só não ficou napolitana!

Mas esse é só mais um incentivo para continuar tentando!! Enfim, tivemos um ótimo jantar, com vinhozinho Shiraz e boa diversão.

Escrito a mão pela Marcia às 9:45 PM | mais em Food Talk | Comente este capítulo (6)

dezembro 16, 2004

The Baker's Apprentice - Part I

Novo amor esse de assar pão. Já li tanto sobre fazer pães e pizzas em casa! E tudo começa a ficar cada vez mais e mais fascinante. Entender como o fermento biológico funciona é incrível. As bactérias precisam de três coisas para serem ativadas: calor, comida e umidade. Mas tudo em proporções certas, senão elas morrem. Então água morna e açúcar é o que elas recebem. E em troca, elas nos dão a fermentação que o pão precisa para ficar fofinho.

Hoje comecei a fazer a primeira parte do que vai ser uma pizza e alguns pãezinhos. Ativei o fermento biológico que foi crescendo e crescendo na água morna e doce e fez uma espuma bonita e espalhou o perfume azedo por todo apartamento. Tem gente que não gosta do cheiro, que lembra cerveja, mas eu gosto.

Dough.jpg

Enquanto o fermento crescia, pesei e peneirei as farinhas -- strong branca e semolina --, aqueci-as por uns minutinhos no forno e preparei um buraco no meio para receber a espuma de fermento. Estava tão entusiasmada com essa fase que esqueci até de fotografar.

E então veio o momento mais significante da preparação: sovar a massa. E my goodness gracious me, sovei, sovei, sovei por vários minutos. Que canseira, meu god. No começo quando a massa está pesada com o líquido e a farinha e meus pobres músculos sedentários precisaram trabalhar intensamente até finalmente tornar a massa numa bola lisa, maleável e não-grudenta.

Depois de muito empurra-puxa-vira-empurra-puxa-vira, a massa ficou do jeito que deveria e foi para o merecido descanso no Tupperware untado com azeite. E eu também fui para meu merecido descanso por alguns minutos antes de começar a fazer o jantar de hoje, uff.

Dough2.jpg

Como disse antes, li um bocado e pesquisei todo canto em busca da massa de pão/pizza ideal e resolvi fazer uma receita-base de Jamie Oliver junto com as boas dicas de vários bakers do fórum de culinária que participo. Por isso esta receita é diferente do que geralmente encontramos nos livros. Ao contrário dos usuais 5 minutos sovando e 15 minutos descansando em lugar aquecido, esta receita exigiu da minha pobre pessoa 30 minutos sovando e agora vai passar a noite inteira dentro da geladeira para a fermentação acontecer beeeem devagar e dar mais sabor à massa.

Mas como é possível perceber na foto abaixo, a massa não quis saber de fermentar devagar coisa nenhuma e partiu para a missão balão inflável ninguém me segura sem nenhum escrúpulo. E está no momento inflando sem parar, quase explodindo o filme plástico.

Dough3.jpg

Terei eu criado um montro de vontade própria? Oh NooOoOo!!

De qualquer forma, o resultado a gente vai saber amanhã. O próximo passo é sovar novamente e tirar as bolhas da massa, descansar novamente (mas só por uns 10 minutinhos) e finalmente fazer as pizzas!! Nham, mal posso esperar.

Nosso objetivo é fazer uma base de pizza napolitana: fina, crocante, mas também macia, um tiquinho elástica, com borda (cornicione) cheia de bolhas dentro e levemente tostada. Nhamnhamnhamnhamnham!

E amanhã vamos também usar nossa BakingStone, que é um disco de cerâmica para colocar dentro do forno. A intenção é de ter uma temperatura mais elevada para assar, quase que imitando o forno a lenha. Vamos ver no que vai dar.

PizzaStone.jpg

Se der certo, jantaremos bem. Se não, já valeu pela diversão.


Escrito a mão pela Marcia às 10:25 PM | mais em Food Talk | Comente este capítulo (6)

dezembro 15, 2004

Presentes de Natal! Mas já?? Sim!!

Como não vamos estar aqui na Inglaterra durante o Natal, trocamos os presentes com a família do Martin no final de semana. Foi muito legal porque sem ninguém combinar, acabamos dando presentes com o mesmo tema: comida! Nós amamos cada um deles.

Eis os que ganhamos da Jackie e do Liam. Uma tigela para bater massas linda de morrer! E ainda ganhamos: farinha integral e branca pra fazer pão, fermento biológico, forma e um livro só sobre pães! Estou tão feliz, um verdadeiro tesouro para nós dois que AMAMOS assar!! Um presente que nos agradou em cheio. Martin está louco para fazer pizza caseira e eu quero me especializar em pãozinho francês e baguetes, que tanto sinto falta aqui!!

XmasGift1.jpgXmasGift2.jpg

E a mãe e o pai do Martin nos deram essa cesta fantástica que vai virar nossa cesta de picnic!! E dentro tinha nada menos que umas especiarias italianas divinas: massa hexa-colori, azeitonas de Natal, trufas de chocolate e essa coisinha mais fofura que é esse porquinho rosa!

XmasGift3.jpg

XmasGift4.jpgXmasGift5.jpg

Thanks Jackie & Liam and Margaret & Tony! We loved them all.

:o)

Escrito a mão pela Marcia às 2:32 PM | Comente este capítulo (6)

dezembro 14, 2004

Imagens de Leicestershire

No sábado fez um dia lindo, de céu azul e sol maravilhoso e aproveitamos para caminhar nas cidades vizinhas de Lutterworth. Visitamos Foxton e seu canal com barcos-casas e as famosas comportas.

Todas as fotos são de Mr.M. Clique e amplie.

Foxton1.jpgFoxton4.jpg


Foxton3.jpgFoxton2.jpg



:o)

Escrito a mão pela Marcia às 3:01 PM | mais em On the Road Again | Comente este capítulo (6)

dezembro 13, 2004

Em Casa: parada para reabastecer

Voltamos pra nossa casinha.

Exaustos, o final de semana foi ótimo, nos divertimos um bocado, andamos várias milhas, comemos muito e muito bem.

Fomos com duas malas e voltamos com seis. Muitos presentes (depois conto mais), muitas compras não autorizadas pelo orçamento, muita coisa, muita coisa. Agora tá tudo pelo caminho e assim vai ficar porque daqui a pouco temos que fazer as malas de novo.

Mr.M está de folga até a quarta-feira.

Nosso apartamento está friiiiiiiioooo que só! Foram dias sem aquecimento e agora tá demoraaaaando para ficar na temperatuda habitável, tô ficando azul. Vou ali fazer mais green tea pra nós.

Escrito a mão pela Marcia às 3:28 PM | Comente este capítulo (5)

dezembro 10, 2004

Primeira viagem: Leicestershire!

Tô atrasada, tô atrasada.

Bagunça geral no que antes foi uma sala de estar.
Mas a mala está pronta, a massa dos gateaux está pronta também (não posso esquecer, não posso esquecer).

Mr.M chega daqui a pouquinho e então off we go!

Vamos visitar a família dele, comer, beber and be merry. E passar frio porque em Leicester sempre faz frio. O que vai ser ótimo para ir me acostumando com a temperatura de freezer. Mas também vou poder sentar na frente da lareira de lenha que o pai do Martin sempre deixa acesa para eu não morrer de frio, conversar com todo mundo, mostrar nossas fotos da África do Sul, dar risada, caminhar entre as ovelhas, vacas, cavalos e respectivos cocôs, dar uma volta no centro da cidade e dormir grudada em Mr.M para o frio ficar de fora.

A gente volta na segunda-feira. E então desfazer as malas e refazê-las novamente e tudo começa outra vez. Eba!

Escrito a mão pela Marcia às 11:20 AM | mais em On the Road Again | Comente este capítulo (6)

dezembro 8, 2004

ACME Catalog

Já sei onde fazer minhas compras de Natal. Tudo num só lugar que vende uma imensidão de produtos ultra-úteis para qualquer necessidade: ACME Catalog !!!

E já escolhi o meu presente:

supero.jpg

Deve ser tamanho único, mas não tem problema porque o caimento fica perfeito:

acmesupero.jpg

hohohohohoho....

Escrito a mão pela Marcia às 12:45 PM | Comente este capítulo (6)

dezembro 7, 2004

Desordem Geral

Estou tentando ser organizada, juropordeus. Temos nada menos que três viagens para fazer em 30 dias, duas delas intercontinentais. Hooray, hooray estamos felizes eticétera e tal mas estou completamente perdida nas arrumações. Tem coisas que eu preciso levar em todas as viagens, tem coisas que preciso só pra uma, ou só para duas delas. Então não consigo fazer a mala do jeito que sempre faço, abrindo as malas no meio da sala e ir colocando isso ou aquilo antecipadamente.

E como não somos chiques a ponto de ter um mundaréu de roupas limpas e passadas (hahaha), temos que desenterrar umas velharias para dar conta do gasto e não levar roupa molhada e torcida pra estender dentro do avião, hohoho.

E como até o dia 20 estamos em situação calamitosa de extreme budget, não podemos comprar nem mais uma meia. Outro dia comprei um pacote de cinco calcinhas por 2,5 libras, uma barganha pelas calçolas coloridas tamanho Bridget Jones. E hoje comprei um pacote de cinco cuecas para Mr.M. Agora tranquilamente não vamos precisar lavar roupa até o ano 2005, hohoho.

Meu neurônio já recebeu o décimo terceiro e o safado já saiu de férias. Dessa forma, hoje tive que escrever um bilhão de post-it para não esquecer de fazer as coisas que eu precisava fazer no centro da cidade. O mais importante era enviar um pacote pelo correio. Me troquei, peguei a carteira, chave, celulá, tranquei o apartamento, corri pro ponto de ônibus. Tava pagando o motorista quando lembrei que havia esquecido a lista. Fui mentalizando durante o caminho tudo o que eu precisava fazer e tentando lembrar das coisas da lista. Daí então GAAAAHHH percebi que havia esquecido o pacotinho em cima da mesa, ô inferrrrrno. Daí em diante fiquei feito uma galinha descabeçada pela cidade, sem saber o que fazer, pra onde ir. Tsc.

Oh sim, nesta semana fiz brownies com minhas novas forminhas de alumínio e eles grudaram fenomenalmente, mesmo tendo untado à exaustão. Estou preocupadíssima com elas, já que são nessas forminhas que preciso assar o petit gateau no Natal. Imagina grudar tudo, que horror, que fiasco?? Então neste próximo final de semana vou fazer uma fornada para a família de Mr.M, lá em Leicester, nossa primeira viagem. Vou testar uma idéia que tive para não dar micão no dia, né? Deusolivre.

Então é isso, vou voltar a nossa bagunça. Hoje temos vinho Beaujolais por aqui, mmm mmm mmm. Vou bever zó miz umpoquin.

:o)

Escrito a mão pela Marcia às 8:52 PM | Comente este capítulo (6)

E descolorirá...

Vi no blog da Gi e trouxe pra cá porque é mesmo de encher o coração de emoções. Muito bem feito, aumente o som e relaxe:

"...e ali logo em frente, a esperar pela a gente, o futuro está..."

:o)

Escrito a mão pela Marcia às 10:53 AM | Comente este capítulo (4)

dezembro 4, 2004

Rascunhos

tô com preguiça de escrever um post coerente.
parece que nossa casa entrou numa zona transcendental de quebraria: nossa câmera fotográfica não tá funcionando, computador não tá funcionando.
Mr.M tá uma arara com tudo isso.
Respondi aos comentários dos últimos dois posts.
Mas não, a experiência me mostra que isso não vai virar um hábito.
Embrulhei a maioria dos presentes.
A feira continental começou no centro da cidade. Franceses, alemães, suíços e italianos faturando alto com seus produtos regionais, recebendo em Libras do povo que não costuma ter comida boa pra comprar.
Comprei alho francês red label de novo, duas baguetes, um pain au chocolate e um tart au pommes. Nham.
Lavei roupas coloridas e estendi.
Lavei roupas brancas e elas estão esperando pelo Milagre da Penduração.
Tô assistindo à semi-final de X-Fator.
Tô torcendo pelo Tabby porque putzgrila rock'n'roll tem que ganhar pra variar um pouco aqueles cantores lengalengalengalenga...
Alguém precisa me dizer que se um programa favorito passa no canal da Sky o dia inteiro, isso não significa que eu tenha que assistir tudinho, alguém me salve, não páro mais de assistir Big Cat Diary!!

Escrito a mão pela Marcia às 6:23 PM | Comente este capítulo (7)

dezembro 3, 2004

The Sims 2 - Patch

Aos meus queridos colegas nerds, tenho a informar que a Eletronic Arts já lançou o patch para desinfetar o The Sims 2 dos bugs. O jogo roda bem melhor agora, mas já encontrei outro bug novinho da silva, tsc.

E o mais alarmante, o primeiro Expansion Pack já está pronto: The Sims 2 University, com as opções de carreira, moradia no campus e baderna.

ohmygod-ohmygod-ohmygod-ohmygod-ohmygod!!!

Escrito a mão pela Marcia às 11:22 AM | Comente este capítulo (7)

dezembro 2, 2004

My Little Fox, my Little Prince

LittleFox.jpg

Meu querido husband trouxe de Lyon essa fofíssima Little Fox para mim, presente delicadíssimo e cheio de carinho da parte dele. Para quem não sabe, quando ainda éramos namorados românticos e apaixonados, ele me chamava de Little Fox e eu o chamava de Little Prince. Hoje ele me chama de cabbage head, mas enfim, aqueles eram outros tempos. E os nossos apelidinhos queridos se deram não por causa daquela famosa frase de "tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas", que já virou chavão, mas sim por aquela passagem tão singela que a raposa dizia ao Pequeno Príncipe: "se você vier às quatro da tarde, eu começarei a ser feliz às três." E era nesse horário que a gente se encontrava para bater papo, eu no Brasil e ele na África do Sul.

Eu gosto de olhar para trás e relembrar esses momentos cheios de glucose, olhar para a cabeça de Mr.M que lembra os campos de centeio e sorrir porque para mim ele é único, assim como a raposa se tornou a única entre todas as raposas e a rosa se tornou única, em todo universo.

*ai, ai*

Escrito a mão pela Marcia às 11:24 AM | mais em M&M Family | Comente este capítulo (14)

dezembro 1, 2004

É Dezembro!

Chegamos no último mês do ano.

E este mês vai ser intenso, tenho certeza.

Hoje é aniversário da mãe do Martin. Happy Birthday Margaret!!!!
E hoje Martin volta pra casa, i missed you sooo much my love!
Amanhã é o casamento da minha amiga Adriana. Parabéns Adri.
Meus pais estão morando em uma casa nova, maior e mais bonitinha.
Já montei nossa árvore de Natal, pendurei a meia vermelha na janela e a guirlanda de patchwork na porta.
Iremos para Leicester em breve para visitar a família do Martin.
Comemorarei 3 anos vivendo feliz na Inglaterra.
Em breve estaremos de férias e viajaremos para o lugar que estamos planejando desde que estávamos em Middelburg/SA.
E também lembraremos que no dia 21 seria a data prevista para o nascimento do bebê que perdemos, mas nunca esquecemos.
Celebraremos o Natal e o Ano Novo com amigos queridíssimos.
Meu pai, seu Jorge, faz aniversário no finalzinho do ano.
E então logo estaremos em 2005.

Escrito a mão pela Marcia às 9:15 AM | Comente este capítulo (4)

« novembro 2004 | Main | janeiro 2005 »