janeiro 12, 2005

Coisas que esqueci de contar...

...quando estávamos na Suécia:

- Nosso querido amigo Cido nos telefonou um dia lá na casa da Mary e nos deixou todas histéricas. Cido é um doce de pessoa, simpatissícimo, alegre, engraçado, um amor. Exatamente como ele escreve. Cido querido, cê sabe que aquela patroa que me fez cozinhar dia e noite me mandou embora sem pagar Fundo de Garantia nem nada? Ah, é caso de ir pro sindicato, né não?? Ou pro Ratinho, acho melhor.

- Sefan, mais conhecido como Mr. Urso Polar da Mary, faz muito bem todas as tarefas domésticas que lhe cabe, sem ninguém pedir. Já toma iniciativa e sai limpando, organizando, tirando do caminho. E eu só ficava apontado com os olhos pra Mr. M: viu? tá vendo? viu só?

- A Mary faz um arroz espetacular de bom!! Sabe aquele arroz dos seus sonhos? Fofinho, soltinho, bem temperado mas sem gordura, cheirando super bom? Assim, juro procêis. Uma delícia. Eu podia comer aquele arroz sem mais nada, só ele.

- Böden é linda, tem paisagens magníficas. Uma em particular não fotografamos, mas ficou na nossa memória. No último dia, a caminho do aeroporto, passamos por uma ponte pertinho da casa da Mary e do Stefan, e vimos árvores carregadíssimas de neve com os galhos quase tocando o rio que corria. E esse rio, que havia derretido fazia poucos dias, parecia negro em contraste com as margens fofíssimas de neve. Nunca esquecemos dessa imagem, apesar de não termos registrado oficialmente.

- Sabe quando você leva um sustão bem grande e absorve o ar dizendo yiiieeks!! Pois bem, esse som é o mesmo usado pelo povo do norte da Suécia para mostrar que concorda com o que você está dizendo. E a Mary está impregnada com esse dialeto e toda vez que ela concordava comigo e fazia yiiiiieeeeks, eu olhava em volta achando que algum desastre tinha acontecido. Tsc.

- Ganhamos um monte de presentes lá na Suécia: um casal de porquinhos feito de trigo, um casal de cabritos de chifres enrolados feito de trigo (típica decoração natalina sueca), aquelas louças verdes lindas que estão enfeitando meu worktop na cozinha, dois DVDs: Gladiator e Under Tuscan's Sun, um kit de sobrevivência em pic-nic, um termometro bacanérrimo que mostra a temperatura dentro e fora de casa, xícaras dobráveis do exército, protetores de ouvido do exército, brasão bordado do exército da divisão do norte (porque cêis sabem, nós somos parte do batalhão agora), entre mais alguns outros presentes fantásticos e fofos.

- A banda larga da casa da Mary é excelente.

- O incentivo à reciclagem de lixo na Suécia é constante, inteligente e motivador.

- Sauna dentro da empresa pros funcionários relaxerem peladões é algo realmente pitoresco.

- O sorvete de manga sueco é ótimo.

- As pessoas confiam uma nas outras, mas sobre isso vou fazer um post a parte.

Assim que lembrar de mais coisas, vou postando. Minha memória anda em prestações sem juros.

Escrito a mão pela Marcia às 10:36 AM | mais em M&M in Sweden

janeiro 3, 2005

Nosso último dia na Suécia

O clima foi realmente generoso conosco aqui em Böden! Exerimentamos o frio congelante, vimos a neve acumular até ficar um bolo fofo e uma delícia de andar por ela, vimos neve caindo do céu, depois tivemos temperaturas amenas que nos permitiram sair e passear e fazer nossos programinhas. Mas ainda faltava a boa neve pra fazer boneco de neve e guerra de bolinhas, já que aquel montão de neve que tinha por aqui ainda estava bem farinhenta. E eis que finalmente ontem choveu e nevou bastante e a gente pôde sair e fazer meu primeiríssimo boneco de neve, que ficou lindo de morrer, o mais lindo de toda vizinhança (ninguém fez nenhum até o presente momento). Amamos esse presente!! E também ontem mesmo Martin estava dizendo que não tem muita graça quando a neve derrete das árvores porque perde um pouco daquele "winter wonderland" tão lindo. E então hoje amanheceu tudo coberto de neve novamente, tudo branquinho para que a gente leve pra casa as mais belas memórias desse país que tivemos tanta honra de conhecer melhor.

E o único compromisso que temos hoje em terras suecas é agradecer imensamente à Maria e ao Stefan por tudo o que fizeram por nós durante todos esses dias, por todos os momentos inesquecíveis, por todas as histórias compartilhadas, por todas as risadas, todas as comidas, todas as fikas sem fim, todos os filmes assistidos juntos, todos os presentes, todos os bate-papos à mesa, todas as viagens, todos os passeios incríveis, todos os programas inesquecíveis, todas as paisagens mais belas. E principalmente por toda a demonstração de pura amizade e amor universal por nós, esperamos ter retribuído igualmente.

Maria and Stefan, thank you so much for everything you've done for us! We're taking back to England the best memories of this beautiful country and the best feelings of a friendship we'll treasure forever. We're very grateful for every single moment we spent together. Thank you from the bottom of our hearts. Our holidays with you were simply amazingly wonderful. We'll meet again soon, right?

Bye Sweden, we're going to miss you!!

FirstSnowman.JPG

:o)

Escrito a mão pela Marcia às 8:50 AM | mais em M&M in Sweden

janeiro 1, 2005

Atiradores de Elite

Estivemos bastante ocupados esses dias, Martin, eu, Maria e Stefan.

Ontem foi um dia bastante animado!!
Stefan, que certamente está disposto a nos transformar em parte do batalhão militar sueco, nos levou para uma pequena aula de artilharia. Vejam bem o perigo: eu, lesada, com apenas um neurônio sobrevivente, com uma rifle de verdade nas mãos, com balas de verdade!

Mas enfim, sobrevivi pra contar a história (e com certa sorte eles todos sobreviveram também, hoho).

Primeiro General Stefan apareceu aqui com uma pick-up do exército e todo vestido com seu uniforme de trabalho porque, cêis sabem, não pega bem um bando de civis carregando arma de fogo pela rua, né? Depois passamos num lugar onde o exército guarda as armas todas, umas casinhas bem protegidas no meio da neve. Martin já abriu os olhões vendo todo o arsenal disponível, louco pra brincar de bang-bang.

De fato, assim que chegamos na área militar de treino, Mr.M era o mais empolgado a começar. General Polar Bear então colocou em pé dois moços de papelão que servem de alvo, com as marcações todas no peito. Ficamos a uma distância considerável e eu fiquei me perguntando como é que a bala ia chegar lá no outro lado.

Snippers1.JPG

Recebemos as instruções básicas de como se posicionar, como colocar a arma contra o corpo, como manter os braços, como olhar pela mira. E bang, bang, bang. General Stefan deu os primeiros tiros e eu fiquei absolutamente surpresa com a força do impacto do som do tiro. Parece que alguma coisa bate no seu peito.

Daí então foi a vez da criança mais impaciente, Mr.M, que estava já pulando de um lado pro outro para entrar em ação. Fez pose, fez cara de mau e bang, bang, bang, bang deus seus muitos tiros.

Snippers3.JPG

E para nossa surpresa total, e para surpresa dele mesmo, Martin acertou todas as balas bem no centro do alvo, todos os buracos bem pertinhos, chegando a impressionar até nosso general (como vocês viram no comentário do post anterior). As marcas dos tiros de Mr.M são estes pontinhos brancos da foto abaixo, onde Stefan está apontando.

Snippers4.JPG

E então foi a vez desta que vos escreve, sim, aquela de um neurônio. Eu até que entendi as explicações do Stefan, mas quem é que disse que eu consegui segurar aquela coisa pesadíssima?? Meu deus, eu mal conseguia erguer o nariz da arma, quanto mais colocar meus braços na posição e olhar pela mira. Mas nosso gentil general já tinha providenciado uma cadeira e assim fiquei sentadinha com dois dedos no gatilho e Stefan segurando mais da metade da arma pra mim, que patética imagem, hohoho. Daí perguntei: Posso atirar? E ele disse que sim (que raios de soldada rasa sou eu que ainda pergunta se pode atirar em pleno treinamento??) E lá fui eu: bang, bang. Só dei dois tiros. Sinceramente não gostei da sensação de apertar o gatilho, de saber que estava usando arma de fogo, não sei.

Snippers5.JPG

Daí minha amiga queridoca Mary foi também treinada. Ficou na mesma posição que eu (sentada e com Mr. Polar Bear segurando a arma) e bang.

E então finalmente fomos ver os resultados.

Martin e Stefan teriam matado os moços de papelão certeiramente, com tiros bem precisos no meio do corpo e na cabeça. Mary teria feito os moços morrerem lenta e dolorasamente com um tiro no ombro.

E por fim eu, que sou esta criatura pacífica que vocês conhecem, que nunca faria mal a nem uma mosca de papelão que fosse, acertou dois tiros na neve fofa que ficava uns dez metros atrás do alvo.

Snippers6.jpg

:o)

Hohohohoho...

"Lay down your arms
And surrender to me
Lay down your arms
And love me peacefully
Use your arms to hold me tight.
Baby I don't wanna fight no more.
Oh lay lay down your arms..."

- Pearl Jam, Soldier Of Love

Escrito a mão pela Marcia às 5:07 PM | mais em M&M in Sweden

HAPPY NEW YEAR

1stJanuary.jpg

Mais uma primeira página das muitas deste ano.
Desejo a todos vocês mais uma vez um FELIZ ANO NOVO!!

Espero que as próximas páginas deste ano tragam boas histórias, alguns conflitos interessantes e trechos de comédia. Escrevo sem rascunho, mas sem me preocupar em riscar e começar outra vez.

Vamos começar então.

Capítulo I

Escrito a mão pela Marcia às 4:39 PM | mais em M&M in Sweden

dezembro 31, 2004

E assim acaba 2004...


Um ano bastante intenso para nós.
Estivemos em três diferentes continentes.
Celebramos e nos desesperamos por Little M.
Choramos, rimos e nos divertimos.
Comemos, cozinhamos e brindamos.
Abraçamos amigos, fizemos amigos.
E há um ano atrás, mal sabíamos que tudo isso aconteceria.

Então que o Ano Novo que vier venha para nos trazer inesperados fantásticos momentos e outros tantos que a gente possa suportar, contornar, vencer e conquistar.

Martin e eu desejamos a todos vocês que acompanharam nossa saga 2004 um FELIZ ANO NOVO.

Este é o último post do último dia do ano. CHEERS!


Escrito a mão pela Marcia às 5:40 PM | mais em M&M in Sweden

dezembro 28, 2004

Pulka Suppa

Tivemos um dia adorável hoje, muito divertido e bastante legal mesmo. Fomos à uma área aqui em Böden onde o povo vai esquiar e a criançada vai escorregar de pulka, um ski-bunda sofisticado fantástico!

Primeiro demos uma voltinha na área, vimos uns moços esquiando cheios de elegância e pose olímpica e Mr.M tirou suas fotinhos de paisagens. Enquanto isso Stefan trabalhava duro cortando gravetos e acendendo a pilha de lenha em plena neve que caía.

E então olha que legal: espetamos pedaços do salsichão sueco (não pensem besteira, sim? hihihi...) em galhos compridões previamente preparados pelo competente Mr. Polar Bear e cada um assou seu pedaço na fogueira. Estava delicioso!! E a Mary também tinha preparado chocolate quente O'Boy pra gente tomar na xícara. Nhaaaam, tava tãooo bom e tãooo tranqüilo e tãoooo legal!!!

Depois do churrasco fomos direto ao que interessava: deslizar na neve com a pulka!!! Escalamos o mini-Everest (hohoho, exagerada eu, totalmente fora de forma) e yeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeehhhhh escorregamos na pulka até a base. D-E-L-Í-C-I-A.

Descemos mais algumas vezes e como nos sentimos mais confiantes, fomos para a montanha X-treme Everest (hohoho, exagerando outra vez) e eu e Mr.M sentadinhos na mesma pulka fomos fazer yeeeeeeeeehhhhh de novo, mas depois isso virou oh my gooooooooooooooooood com toda a velocidade que o troço pegou e eu ria e a neve voava dentro da minha garganta e eu não enxergava mais nada e a pulka louca desvairada ia que ia e mais neve na minha cara e eu ria mais e engolia mais neve!!!

Quando finalmente paramos eu já não sabia se tinha atravessado o país todo e chegado na Finlândia, no Pólo Norte ou em algum outro planeta tamanha quantidade de neve me cobrindo o rosto.

Foi suppa!!! Nos divertimos de montanhão!!!

E então voltamos, jantamos pão de semente de girassol que a Mary assou, arroz e bife a rolê com batatas. E também vinho Merlot! De sobremesa o Stefan preparou um milkshake e comemos bombons também. Assistimos ao noticiário e papeamos um pouco. Muito bom, tudo muito bom!!

Escrito a mão pela Marcia às 10:22 PM | mais em M&M in Sweden

A Verdade

Procêis verem que nem tudo são flores por aqui, vejam como eu, essa pobre criatura indefesa é tratada por aqui:

PrivateUmpa.JPG

Stefan says: Marcinha is a walking bundle of clothes (Marcinha é uma montanha de roupa ambulante)
Mary: HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA
Mr.M says: Private Marcia from Umpa Lumpa Division (Soldado Márcia da Divisão Umpa Lumpa)
Mary rolando no chão: AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH

Eu: Uót???

Abuáaa.

:o)))))

Escrito a mão pela Marcia às 10:01 AM | mais em M&M in Sweden

dezembro 27, 2004

The New Swedish Army

Hohohohoho, estamos metidos, estamos podendo!!

Sabe o que fizemos hoje, querido diário??

Nós demos um passeio incrível dentro de um "tanque de guerra" (hahaha, não era tanque, mas era um carro de neve do exército, todo verde, com aquela esteira nas rodas e nos sentimos dentro de um tanque de guerra, hohoho). E Stefan (que pilotou o tanque) e Maria nos levaram para conhecer as montanhas de Böden, dentro da área de treinamento de sobrevivência militar. UAU.

Foi bastante divertido o percurso todo naquele "tanque", nós todos vestindo os casacos do exército, praticamente prontos pro ataque.

E o melhor foi ter visto as paisagens absolutamente fantásticas do alto da montanha, entre a neve fresquinha e intocada, o sol avermelhado no horizonte, as árvores todas congeladas (tadinhas...). COISA MAIS LINDA.

Clique & Amplie
Tank.JPG

snow.JPG

UmpaLumpa.JPG


:o)

Escrito a mão pela Marcia às 10:01 PM | mais em M&M in Sweden

dezembro 26, 2004

Swedish Way of Life

Well, 17 graus negativos hoje. Acho que essa é a temperatura mais baixa que sentiremos em nossa estadia. Muito ar frio, a roupa congela, aquela coisa refrescante toda.

Tivemos um Natal bem feliz com toda a família do Stefan, além da cã Lona e do gato O'Boy (cool name, huh?). Todos foram absolutamente adoráveis conosco, bastante simpáticos e receptivos, sempre querendo nos agradar em tudo! Uns amorecos mesmo. A sobrinha mais velha do Stefan e da Mary ainda veio nos falar em inglês "Merry Christmas, Welcome to Sweden". Awwwnn, how sweet!!

Comemos um mundarel de comida, tudo muito bom, muito bem feitinho pela família toda. E ah sim! Se há algo que preciso me acostumar é com a tal da fika, que é quando você é intimado a parar tudo e tomar café com mais uma montanha de petiscos doces, biscoitos e bolos. E não se pode dizer "ah não obrigada", pelo visto. TEM que comer e tomar café. Agora estou aprendendo a não comer tanto na refeição para dar espaço pra sobremesa, seguida da fika. E eu vou fikando um balão, aiai.

Outra cousa interessante é que finalmente nosso organismo está entendendo como funciona os horários de luz e escuridão aqui no topo do mundo. No começo ficávamos exaustíssimos lá pelas sete da noite, morrendo de sono e cansaço porque parecia que estávamos horas e horas acordados até altas horas da noite. Ainda é estranho ver o sol se pôr antes das duas da tarde, mas pelo menos nosso corpo já sabe que nem por isso já é hora de ir pra cama.

Que mais... Mary e Stefan têm sido os amorzinhos de sempre, demos várias risadas, ouvimos várias histórias, fofocamos sobre muitos blogs que lemos, trocamos muitas experiências, uma delícia conviver com eles.

A quantidade de neve é realmente imensa e incomensuravelmente linda. Parece que tudo foi coberto de açúcar, mas muito açúcar mesmo. Mas eu às vezes paro pra pensar em quem mora aqui e convive com essa neve o tempo todo. Deve ser bem difícil algumas vezes. Porque demora um tempão para a gente se aprontar para sair: thermals, roupas comuns, calça de pena, casaco de pena, cachecol, luvas, chapeu, bota. E saímos com neve pelo joelho, carro coberto de neve, ruas cheias de gelo escorregadio, ar seco e gelado no rosto. E daí a gente volta cheia de neve na bota, na calça, no casaco. E sacode tudo, tira tudo, pendura tudo, roupas molhadas e frias. E já está escuro e o dia mal começou.

Eu realmente admiro a Mary, o Stefan e na verdade todo o povo sueco daqui de cima porque eles são na verdade grandes guerreiros, vikings ou não. Passam por tudo isso com a cabeça erguida, aceitam e convivem bem com a natureza que os cercam, aprendem e respeitam os limites do clima. E vivem o melhor possível, em condições que para muitos seria extremo demais. Para eles eu aplaudo de pé mesmo.

Está sendo uma experiência fantástica para nós passar esses dias na Suécia, entre nossos anfitriões suecos. Só assim a gente aprende o quão frio é frio, o quão escuro é escuro. E o quão maravilhoso é maravilhoso.

:o)

Escrito a mão pela Marcia às 10:51 PM | mais em M&M in Sweden

dezembro 24, 2004

God Jul

MarciaandMary.jpg

FELIZ NATAL PARA TODOS VOCÊS!!

*Hoje amanheceu nevando, nevando, nevando e caminhei com a neve na altura do meu joelho (porém, esta é uma medida relativa, hohoho).

Escrito a mão pela Marcia às 12:50 PM | mais em M&M in Sweden

dezembro 23, 2004

Wild and Adventurous

Onze graus negativos aqui. E Mr.M e eu fomos dar uma volta no supermercado aqui pertinho. Stefan, que além de ser legal ainda é um anjo e nos providenciou roupas quentinhas usadas pelo exército sueco: uma jaqueta e uma calça, ambas com penas de ganso, praticamente um mini forno. E lá fomos nós andar no gelo e na neve. Muito gelo, muito gelo, muito gelo. O chão escorrega e esfria meus dedos do pé sem dó, parece que estou calçando uma bandeja de gelo em cada pé. Good Lord. Fomos comprar manteiga sem sal pro petit gateau, mas só encontramos normalsaltat, que deve ser salgada, mas deve servir. E voltamos também com várias cervejas porque nessa temperatura só ficando bêbado mesmo, hoho.

Mas brincadeiras a parte, hoje fomos conhecer melhor a cidade, com a ínfima luz do dia. Lindo lugar, lindas paisagens, coisa mais impressionante ver os rios e lagos completamente congelados, estradas cobertas de neve e árvores congeladas (tadinhas). E o céu azul, rosa, laranja, com o pouco de sol que brilhava, muito bacana!

Mary tem feito de tudo pra gente, nunca deixa faltar nada e nos sentimos beeem a vontade aqui com eles. Hoje estou quieta porque minha garganta está inflamadíssima e tenho certeza que ela deve estar preocupadíssima que eu não estou gostando de alguma coisa, a louca. Hohohoho. Tô gostando de tudo, viu Maria queridoca?? Se preocupe não, hohoho.

Amanhã temos o grande jantar de Natal com toda a família do Stefan, inclusive o cachorro e gato (eba!!). Já fizemos as sobremesas.

Nossa câmera está sofrendo muito com a condensação e choque térmico, de forma que ela ainda está mais parada do que em ação. Quando passar toda a correria do Natal a gente vai sair para tirar mais fotos. Böden vale a pena!

Por enquanto, aqui vai uma fotinha de Estocomo, com cara de Ovo de Páscoa e tentando manter o mínimo calor que ainda me restava dentro do casaco:

CabbageHead.jpg
Escrito a mão pela Marcia às 3:47 PM | mais em M&M in Sweden

dezembro 22, 2004

Quando a Vida Escrita a Mão...

... Vai dar um passeio na Montanha Russa.

HandinHand.jpg

Chegamos hoje ao nosso destino final de nossa viagem depois de um vôo muito turbulento em meio a uma ventania com neve e gelo. E agora finalmente posso dizer tranqüilamente aonde chegamos.

Para quem foi atento -- além do querido Cido, que é atento, amigo e canceriano cheio de intuição certeira -- e percebeu as escandalosas trocas de *pisc* *pisc* entre os dois blogs, foi fácil advinhar o nosso destino: Böden, Suécia!

E fomos recebidos efusivamente, com abraços cheios de ternura, de ansiedade, de alívio e de encontro tão desejado, tão querido e tão minuciosamente organizado!!! Maria e Stefan, nossos anfitriões aqui no Círculo Polar Ártico, nos receberam com muito carinho, nos serviram café quentinho, chá e biscoitinhos em formato de coração e nos aqueceram por dentro e por fora! E são a eles que temos que agradecer por momentos tão doces e divertidos que estamos (e estaremos) tendo aqui na Terra do Rei.

A Mary é linda, bonita mesmo, um carisma incrível mais ainda ao vivo, uma delícia de papo e fala em três línguas ao mesmo tempo comigo, com Mr.M e Mr. Urso Polar. E Stefan é alto (pra mim, pelo menos que tenho que olhar lá pra cima), simpatissíssimo, super atencioso e bastante divertido também!

Estamos folgadamente na casa deles -- aliás usando a banda larga deles também, ófi córsi -- e já papeamos um tantão, comemos muito bem e agora estou de pijama, Mr.M já está dormindo pesado, nossa viagem foi cansativa de novo.

Até agora estamos amando a Suécia, passamos dois dias em Estocomo, cidade belíssima e um frio que nos assustou deveras!! Chegamos em Böden, descemos do avião e pumba: tempestade fortíssima de neve e a bagagem de todo mundo ficou presa na aeronave porque ninguém podia ficar lá fora. Esperamos quase uma hora (conversando e tomando cafezinho) até conseguirmos sair do aeroporto de Lulea. Eram pouco mais de duas da tarde e já estava tudo escuro, escuro, escuro. Estranhíssimo.

Ontem fez -14ºC aqui no norte e -6ºC em Estocomo. Hoje fez zero grau e nevou bastante. O frio sueco é absurdo. Dói na pele do rosto, dói nos dentes, dói até a vista. E ainda -- segundo Mary e Stefan -- não vimos nada! Oh Lord... Mas é tudo lindo, paisagem linda, lagos congelados, tudo branquinho, árvores de pinheiros. Amanhã vamos conhecer melhor a cidade.

E putz... temos muito o que fazer juntos! Vamos cozinhar, fazer doce, tomar vinho, falar bobagem, dar risada, congelar os fundilhos, trocar figurinhas, mostrar fotos, rir mais um pouco, comer mais um pouco, nos divertir mais um pouco e viver mais um montão para um dia tudo isso virar as melhores memórias do nosso encontro!

Escrito a mão pela Marcia às 9:59 PM | mais em M&M in Sweden